Lucratividade X Rentabilidade

Lucratividade x Rentabilidade

Ninguém duvida que a economia brasileira esteja passando pela mais séria crise de toda a sua história.

O grande desafio é saber até quando ficaremos nessa situação. A história nos ensina que, após períodos depressivos, a economia dos países tem uma forte recuperação. É isso que esperamos e que torcemos que aconteça o quanto antes.

Portanto, os empreendedores precisam avaliar constantemente os seus negócios, utilizando indicadores para acompanhar o desempenho de suas atividades

Dois desses indicadores financeiros são muito importantes para avaliar a saúde do seu negócio: a lucratividade e a rentabilidade. Independentemente do tamanho e do ramo de atividade de sua empresa, a lucratividade x rentabilidade deve ser avaliada com o máximo de atenção.

Neste post apresentaremos esses dois conceitos essenciais para o acompanhamento da saúde financeira de sua organização. Confira!

O que é lucratividade?

A lucratividade sinaliza a eficiência operacional de uma empresa. É um valor percentual que corresponde ao ganho que sua empresa pode auferir em relação à atividade efetuada.

Em outras palavras, significa percentualmente o quanto de lucro a empresa ganha em cima do valor da venda de seu produto ou serviço, após deduzir todos os impostos, taxas e despesas.

Emprega-se a seguinte fórmula para calcular a lucratividade:

Lucratividade = (Lucro Líquido / Receita Total) X 100

Exemplo do cálculo da lucratividade

Vamos imaginar que você tenha montado um negócio de serigrafia ou silk-screen em camisetas. Você adquire as camisetas lisas e aplica desenhos sobre a sua superfície.

Vamos supor que você venda cada camiseta, depois de aplicada a estampa, por R$ 50,00 (receita total do seu produto) e que tenha um lucro líquido de R$ 5,00. Nesse caso:

Lucratividade = (5,00 / 50,00) X 100

No exemplo, a lucratividade do produto seria de 10%.

O que é rentabilidade?

Já a rentabilidade é a velocidade do retorno do que foi investido. Representa o potencial que uma determinada atividade tem em se pagar, com base no investimento feito para produzi-la.

A rentabilidade será calculada da seguinte forma:

Rentabilidade = (Lucro Líquido / Valor Investido) X 100

Novamente, o lucro líquido é o resultado de suas vendas, subtraindo o custo do produto vendido, englobando todos os impostos e taxas.

Entenda como calcular a rentabilidade de sua empresa com este artigo.

Exemplo do cálculo da rentabilidade

Continuando no nosso exemplo acima, vamos supor que o seu investimento tenha sido de R$ 20.000,00 para viabilizar toda a sua estrutura de produção e de venda. Isso inclui o equipamento necessário e a montagem de seu estabelecimento.

Após o primeiro mês, descontando todos os custos envolvidos, incluindo pessoal, bem como o pagamento dos impostos, chegamos a um lucro líquido de R$ 1.000,00.

Pegando a fórmula de cálculo da rentabilidade:

Rentabilidade = (1.000,00 / 20.000,00) X 100

No exemplo, a rentabilidade seria de 5%.

Materiais-gratuitos

Lucratividade x Rentabilidade

Esses indicadores devem ser analisados bem próximos, uma vez que a saúde financeira de seu negócio é determinada pela avaliação conjunta dos dois indicadores.

A lucratividade e a rentabilidade são, às vezes, percebidas como a mesma coisa. Isso é um erro!

Ambas as fórmulas de cálculo utilizam o lucro líquido para sua obtenção. Porém, a lucratividade é a porcentagem do ganho obtido pela empresa e a rentabilidade é o percentual sobre o investimento realizado.

Em alguns negócios que já estão em funcionamento, a lucratividade deve ser avaliada para certificar se ele é rentável ou não, para então fazer investimentos para aumento de produção.

Caso a lucratividade não sinalize valores elevados, os investimentos não se justificam, normalmente isso se dá pela baixa rentabilidade dos produtos ou serviços.

A rentabilidade e a lucratividade devem ser utilizadas para a identificação de quais os produtos são os mais rentáveis. Isso pode apontar qual seria a estratégia de preços de vendas que você deve seguir.

Obviamente, é o mercado que determina o preço de venda. Não adianta conceber um valor de venda que você não tenha cliente para pagar por ele.

Vender muito um produto de baixa rentabilidade nem sempre é o melhor caminho. Às vezes, vender uma menor quantidade de um produto mais rentável é muito mais relevante para o sucesso de seu empreendimento.

Pode-se chegar à conclusão que um negócio pode, mesmo rentável, não ser lucrativo. Isso é uma indicação de que o empreendimento não conseguirá se manter em funcionamento.

Consultoria de empresas especializadas

Hoje em dia existem várias empresas no mercado que possuem expertise para assessorar e ajudar no acompanhamento dos indicadores financeiros. Ou mesmo contribuir no diagnóstico e na determinação de outras métricas.

Além disso, podem auxiliar nas questões contábeis e fiscais e até mesmo na emissão da nota fiscal eletrônica, exigência que deve ser atendida pelas organizações.

Cada dia, os órgãos reguladores têm estabelecido mais obrigações para que as empresas atendam. Isso pode ser solucionado com consultoria ou prestação de serviço especializado para tal.

Não deixe de procurar ajuda em caso de necessidade. O momento é de crise, mas a crise pode representar, também, uma excelente oportunidade de crescimento ou de montagem de um negócio que pode se tornar exitoso.

A lucratividade e a rentabilidade não são os únicos indicadores financeiros que podem auxiliá-lo na análise da saúde financeira de seu negócio. Procure avaliar sempre o risco da sua atividade.

As mudanças do mercado consumidor e as constantes evoluções tecnológicas podem impactar diretamente no seu empreendimento.

Mantenha o foco na redução de custos. Isso aumenta o seu lucro líquido e, consequentemente, incrementa a sua lucratividade e a sua rentabilidade. Reveja suas despesas fixas.

Avalie o que pode ser simplificado e automatizado. Tenha um cuidado especial com os retrabalhos e com o desperdício.

Contrate ajuda externa. A percepção de um profissional avaliando o seu negócio de maneira isenta pode trazer grandes benefícios para a sua atividade. Uma orientação bem embasada pode economizar tempo, esforço e, principalmente, recursos financeiros.

Faça um planejamento detalhado de seu investimento antes de iniciar um novo negócio. A taxa de insucessos antes dos dois primeiros anos de existência é muito alta. Corra riscos, mas com bastante segurança.

Conheça Soften Sistemas

Agora que você entendeu um pouco a questão da lucratividade x rentabilidade, siga-nos nas redes sociais e acompanhe as principais novidades para o seu empreendimento — estamos no Facebook, YouTube e Google+.

Guilherme Volpi
Guilherme Volpi

Guilherme Volpi é CEO da empresa Soften Sistemas. Formado em Administração de Empresas, programava softwares nas horas vagas. Hoje coordena todo grupo Soften e quando sobra um tempinho escreve para o blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts de interesse