Conheça o sistema de gestão mais completo para seu negócio

Você sabe o que é PEPS e como aplicar em seu estoque? Descubra agora

Diogo Oliveira - 21/06/2019 - 0 Comentário(s)

Para o controle e administração do estoque de sua empresa, o PEPS é uma excelente técnica para ser utilizada.

Isto porque, faz com que o giro de estoque seja realizado de forma eficiente e também consiga suprir os custos de aquisição e garantir o lucro.

Até porque o objetivo de todo e qualquer negócio é conseguir comercializar todas as mercadorias, garantindo a melhor margem de lucro.

Descubra aqui neste post tudo sobre o PEPS e como aplicar tal técnica no estoque na sua empresa.

Importância do controle de estoque

O estoque é uma parte importante e essencial da empresa, e por isso é necessário investir em diferentes formas de controle.

Ou seja, é preciso saber o quanto foi gasto com matérias primas, assim como as unidades vendidas, custo com equipamentos e funcionários, etc.

Quando a empresa investe em controle e acompanhamento de estoque, ela adquire junto uma série de benefícios.

Entre eles estão:

  • Diminuição de perdas e prejuízos dos produtos em estoque;
  • Maior exatidão nos dados de controle;
  • Identificar produtos com menor e maior giro dentro do estoque;
  • Melhor controle em pedidos de venda realizados na empresa.
Materiais-gratuitos

PEPS, o que é

PEPS é a sigla para Primeiro que entra, Primeiro que sai, que vem do termo em inglês FIFO, First in, First out.

Ou seja, os produtos que entraram primeiro no estoque serão os primeiros a saírem da empresa.

Nesta técnica, o custo/preço de venda da mercadoria é calculado de acordo com o custo do estoque mais antigo.

É priorizado então, a ordem cronológica de entrada dos produtos no estoque para a sua saída.

As primeiras unidades ou lotes deverão ser os primeiros à serem comercializados, assim como o valor em que será vendido se baseará no seu preço de compra.

No lote seguinte se segue o mesmo padrão, colocando como padrão para precificação o preço de custo ou de aquisição do mesmo.

Esse método de contabilidade de custos, além de auxiliar com o giro de estoque, faz com que, ao se basear no preço de compra mais antigo, se mantenha o lucro real do produto.

Por esse motivo, é uma metodologia pela qual é possível se garantir maior segurança no controle de estoque.

Assim como pode fazer com que a política de preços da empresa seja capaz de suprir os custos e garantir a melhor Margem de Lucro.

Técnica oposta: UEPS

Existe um outro método que é o oposto do PEPS, chamado Método UEPS, Último que entra, Primeiro que sai ou em inglês LIFO, Last In, First out.

Nessa técnica, os cálculos de custo de estoque são realizados com base nos últimos produtos que entraram no estoque.

Ou seja, todos os produtos têm o seu preço baseado no último valor de compra dos produtos.

Este é um método considerado mais lucrativo por conta da supervalorização realizada no preço das mercadorias.

Contudo, a legislação fiscal não permite tal procedimento, isto por conta da redução no valor que será tributado ao produto.

Custo Médio ponderado

O custo médio ponderado é uma outra técnica para controle e precificação de mercadorias em estoque.

Além disso, ela junto ao PEPS são as únicas metodologias aceitas para tal processo na legislação.

Funciona da seguinte maneira, o empreendedor pega o valor total de custos com a aquisição ou produção da mercadoria e divide pela quantidade total.

Exemplo: Foram gastos R$ 4.000,00 + R$ 500,00 para se produzir 70 bolsas no estoque em dois lotes.

4000 + 500 = 4500,00 Custo Total
4500 / 70 = R$ 64,28

R$ 64,28 é o valor médio de custo para cada bolsa adquirida e pode ser usado para precificar as mesmas.

Existem dois tipos de Custo Médio: o Ponderado Móvel e o Ponderado Fixo.

O primeiro é para os casos de empresas que possuem um controle de inventário que acontece frequentemente.

E o segundo modelo são para empresas cujo controle de inventário é realizado em espaços de tempo grande, como uma vez por mês.

Controle de estoque automatizado

Independente do modelo escolhido para a realização do controle de estoque, é essencial que se tenha ferramentas de automação.

Tal processo pode ser realizado por meio de softwares de gestão ERP, como os da Soften Sistemas.

A empresa disponibiliza dois modelos: o Soften SIEM, aplicativo desktop; e o GerencieAqui, sistema online.

Ambos os modelos contam com funções eficientes, além de implantação e treinamentos gratuitos, assim como suporte técnico ilimitado.

Adquira um software para simplificar a gestão de estoque de sua empresa.

Não deixe também de acompanhar o Blog da Soften e as Redes Sociais: FacebookInstagram,TwitterLinkedin e Youtube.

Ficou alguma dúvida? Deixe seu comentário logo abaixo!

Diogo Oliveira
Diogo Oliveira

É jornalista e especialista em textos informativos. Atualmente escreve os textos da Soften para a mídia, redige e-books e auxilia no blog. Nas horas vagas, gosta de ouvir música, ler sobre atualidades e política e assistir séries.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!