Teoria de Mcgregor: Tudo sobre as Teorias X e Y

Diogo Oliveira - 22/03/2019 - 2 Comentário(s)

A Teoria de McGregor é um instrumento que permite identificar e conhecer os colaboradores do negócio.

Ela se divide em duas teorias: a X e a Y, que coloca dois perfis abertos para a classificação das pessoas.

Neste processo é interessante que os gestores consigam especificar e acompanhar os seus colaboradores.

Acompanhe neste artigo tudo sobre as ideias de McGregor e a sua importância no mundo empresarial.

Entenda a Teoria de McGregor

Douglas McGregor foi um psicólogo americano que lecionou por muitos anos no curso de administração.

Sua proposição mais famosa se deu na década de 50, com a publicação do livro “The Human side of Enterprise”.

Na obra o doutor em Psicologia propõe duas divisões de personalidades, conhecidas como Teoria X e Teoria Y.

Em uma visão geral, essas proposições ficaram conhecidas como Teoria de McGregor.

Em tal trabalho, Douglas apresenta dois tipos de pessoas com a qual os gestores precisam lidar dentro da organização.

Isto tudo baseado em um estudo sobre a natureza humana, onde foi possível mapear as personalidades mais comuns no mundo do trabalho.

Basicamente, a Teoria X e Y de McGregor apresenta dois tipos de pessoas dentro da organização.

A teoria X, define que o trabalho é uma coisa desagradável para a maioria das pessoas.

A teoria Y por sua vez, apresenta pessoas que trazem o trabalho com naturalidade, assim como outras atividades.

Dessa forma é possível conhecer cada grupo de pessoas do negócio e assim trabalhar a motivação ou maior desenvolvimento dos trabalhadores.

Conheça a seguir, a especificação de cada uma das teorias e como trabalhá-las dentro da empresa.

Materiais Gratuitos Soften Sistemas

Teoria X

A Teoria X especifica que a grande maioria das pessoas trata o trabalho como um processo desagradável.

Ou seja, as pessoas deste grupo possuem uma certa aversão à assumir responsabilidades, assim como se adequar às definições do trabalho.

Tal teoria é também conhecida como “Hipótese da mediocridade das massas”, onde se leva o trabalho como um mal necessário para conseguir dinheiro.

Dessa forma, chega-se à conclusão que estas pessoas só dão bons resultados se houver um supervisor direto acompanhando-o.

Este deve coagir, controlar e até mesmo usar de punição, elogios, dinheiro e afins;

Somente assim e com maior esforço físico, se consegue que o trabalhador atinja os objetivos da organização.

McGregor define então, que as pessoas desta teoria pensam e sentem mais do que as outras e por este motivo costumam ser menos felizes com o trabalho.

Os princípios da Teoria X, são:

  • Os indivíduos comuns da teoria evita responsabilidades e o trabalho;
  • Alguns dos indivíduos deste grupo só trabalham sob pressão, com cobranças e controle;
  • A pessoa é preguiçosa, prefere ser dirigido, evita responsabilidades, e as ambições pessoais devem ser utilizadas para sua própria segurança.

Teoria Y

A Teoria Y diz que as pessoas tratam o trabalho como uma coisa comum e boa da vida, assim como os momentos de lazer.

É completamente o oposto da outra teoria, ou seja, as pessoas são consideradas altamente competentes.

Também são mais responsáveis e criativas e gostam de trabalhar e desenvolver suas atividades.

Dessa forma, as empresas precisam proporcionar um espaço para o maior desenvolvimento destes profissionais.

Ou seja, de acordo com a Teoria de McGregor são pessoas que focam mais no agir e movimentação da empresa.

Sem contar que elas podem dar o seu melhor em situações como de desafios e participações e influência na tomada de decisões do negócio.

Os princípios da teoria Y, são as seguintes:

  • Os indivíduos respondem muito melhor à recompensas do que à controle rígido e punições;
  • Os trabalhadores são criativos, inventivos e buscam a responsabilidade de bom grado;
  • As pessoas se auto gerenciam e buscam realizar suas tarefas com a finalidade de atingirem suas metas pessoais e as da organização;
  • O indivíduo só desenvolve o trabalho se ele acreditar nos ideais da organização, e exige maiores recompensas para desenvolver trabalhos desagradáveis.

Comparativo das teorias

Cada uma das teorias de Douglas McGregor específica um tipo de planejamento e organização do negócio.

Na Teoria X, as pessoas são menos motivadas com o trabalho, dependendo da mentoria direta de um supervisor ou gestor.

Em contraposto na Teoria Y, as pessoas trazem uma motivação maior necessitando uma maior participação nas decisões e negociações do trabalho.

Em uma visão geral, se uma empresa possui muitos trabalhadores com características da teoria X, precisa desenvolver alguns trabalhos.

Estes trabalhos precisam conseguir desenvolver em tais colaboradores características de teoria Y.

Em contrapartida, caso o negócio possua mais pessoas do grupo Y, é preciso possuir condições favoráveis para a efetivação do trabalho desenvolvido.

A empresa precisa então investir em ferramentas e planejamento para o bom desenvolvimento dos trabalhadores.

Assim como contar com profissionais capacitados do setor de RH, como psicólogos para definir cada grupo dentro da empresa.

Dicas para trabalhar a teoria na sua empresa

Para que você consiga empregar a teoria dentro da sua empresa e assim trabalhar com os melhores colaboradores, seguem algumas dicas:

  • Tenha profissionais capacitados para identificar e definir cada tipo de pessoa;
  • Se necessário, aplique testes de personalidades e outras técnicas disponíveis para tal processo;
  • Trabalhe também a motivação e formação do profissional para melhores resultados;
  • Não se esqueça de se preocupar com o bem estar e também de ouvir o seu colaborador.

Definir e conhecer os seus colaboradores, assim como suas particularidades é essencial para o negócio.

Porque são eles que darão o tom de como deve caminhar a empresa e o trabalho desenvolvido.

Gestão automatizada para bom desenvolvimento

Para que no processo de desenvolvimento do negócio e dos trabalhadores não haja problemas, é preciso manter uma boa gestão empresarial.

Tudo isto pode ser facilitado com os serviços de um software de gestão empresarial ERP especializado.

Para isto conheça a Soften Sistemas, que é especialista no assunto de gestão empresarial automatizada.

Com softwares em desktop, Soften SIEM e no modelo em nuvem, GerencieAqui, a empresa oferece a melhor experiência para o cliente.

Além de tudo, a Soften conta com suporte técnico ilimitado, implantação e treinamento gratuito.

Conheça Soften Sistemas

Entre em contato, simplifique a gestão do seu negócio e perca tempo com o que realmente importa.

Se caso você tiver alguma dúvida, deixe seu comentário logo abaixo.

Continue acompanhando o Blog da Soften e as Redes Sociais: FacebookInstagram,TwitterLinkedin e Youtube.

Diogo Oliveira
Diogo Oliveira

É jornalista e especialista em textos informativos. Atualmente escreve os textos da Soften para a mídia, redige e-books e auxilia no blog. Nas horas vagas, gosta de ouvir música, ler sobre atualidades e política e assistir séries.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentário(s)

Economize tempo e dinheiro.
Promova já o crescimento
da sua empresa

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!