Conheça o sistema de gestão mais completo para seu negócio

Como Criar uma Startup de Sucesso

Paula Viana - 13/08/2018 - 0 Comentário(s)

Leia este artigo que preparamos especialmente para você e saiba como criar uma startup de sucesso.

Se você tem uma ideia de negócio que considera interessante e com potencial.

Mas não tem recursos ou a mínima noção de como viabilizá-la? Fique calmo!

Existem milhares de pessoas que partilham de sua mesma problemática.

Ou que já passaram por isso e se tornaram empresários de sucesso.

Já ouviu falar em Startup?

Nos últimos tempos, quando nos referimos a modalidades de empresa, esse termo surge com muita frequência.

E tem possibilitado transformar pessoas em milionários que apostaram apenas em uma boa ideia e a transformaram em uma mina de ouro.

Não se engane!

Nem todo empresário de sucesso começa com uma empresa de grande porte.

Ter quantidades enormes de recursos e estrutura adequada para colocar sua proposta em prática não é garantia de sucesso.

De forma simplista, podemos definir Startup como uma empresa pequena, com custos de operação reduzidos.

Mas que desenvolve uma atividade direcionada a solucionar um ou mais problemas de pessoas ou corporações com grande perspectiva de crescimento futuro.

O que é Startup?

O início do termo “Startup” no Brasil remonta a década de 90, mais especificamente durante o ano de 1996, quando o fenômeno “bolha da internet” estava acontecendo.

Nessa época houve o surgimento dos primeiros negócios virtuais e o superaquecimento desse mercado, que não parava de inflar novas empresas.

Esse termo já era usado nos EUA há várias décadas e significava uma pessoa ou grupo de pessoas que desenvolviam uma ideia original com potencial para fazer dinheiro.

Também era sinônimo de iniciar uma empresa e colocá-la em funcionamento.

Empresas de pequeno porte em seu início ou uma empresa com custos de manutenção baixos, mas com potencial de crescimento podem ser consideradas como Startups.

Com o passar dos anos, outras características foram sendo agregadas ao conceito chave do termo: repetição, escalabilidade e incertezas.

  • A repetição está intrinsecamente ligada ao fato da entrega do mesmo produto em escala virtualmente ilimitada, sem custos ligados a adaptações individuais por cliente. A mudança no cenário da indústria fonográfica é um bom exemplo da integração dessa característica, uma vez que não é possível vender um CD várias vezes, pois a cada venda deve haver uma cópia específica fabricada. Para contornar esse detalhe temos o modelo de streaming de áudio, onde a mesma faixa é distribuída a qualquer um que queira pagar por ela, sem impacto no aumento de custo ou disponibilidade do produto por cópia vendida.
  • Escalabilidade é a característica de crescer rapidamente, mantendo os custos baixos. Isso faz a margem de lucros crescer cada vez mais, gerando riquezas.
  • Incertezas estão diretamente ligadas ao fato de que aquela ideia ou projeto irão realmente dar certo, provando sua sustentabilidade.

Por que criar uma Startup?

Se você tem uma ideia inovadora com potencial para dar certo, objetiva sua estabilidade financeira e liberdade em seu ambiente de trabalho então considere-se um sério candidato a criar uma Startup e possivelmente dar uma grande guinada em sua vida.

A Startup se identifica com o baixo investimento.

Porém com uma grande perspectiva de lucro, baseado em uma ideia inovadora de negócio.

Outra vantagem é trabalhar com aquilo que você gosta ou procurar por pessoas que partilham de suas mesmas características profissionais, proporcionando a criação de uma espécie de “sociedade”.

É semelhante ao dividir para conquistar: nesse caso, dividir as tarefas e ideias para conquistar o sucesso.

Todo esse ambiente de incerteza é o que torna possível a existência de Startups.

Investir em algo duvidoso, buscando se destacar em meio a escassez de receita até que se alcance a comprovação de que o modelo de negócio existe.

Esse fato fica evidente principalmente pelo surgimento e aumento da receita, o que leva a uma necessária leva de investimentos para tornar essa empresa sustentável.

Quando a empresa se torna repetível e escalável, a Startup deixa de existir e dá lugar a uma empresa extremamente lucrativa.

Vale destacar que Startups não são apenas empresas de ambiente virtual.

Sua presença é mais forte nesse meio porque as ferramentas de criação e propagação são mais accessíveis.

O que não impede que outros modelos de negócio se enquadrem em seus fundamentos.

Como criar uma Startup de Sucesso

Como qualquer outro empreendimento é necessário ter um plano de negócio bem estruturado para atingir seu objetivo final.

Analise todos os possíveis caminhos que sua ideia irá trilhar para que seu sonho se concretize e seja um verdadeiro sucesso.

É muito comum buscar investimentos externos para custear as despesas e o crescimento do negócio.

No entanto, é perfeitamente possível alcançar os resultados esperados apenas com recursos próprios.

Para facilitar, acompanhe algumas dicas valiosas que a Soften Sistemas separou e que vão fazer a diferença na concretização de seu sonho!

A Idéia

Definir qual problema sua Startup vai resolver é o pontapé inicial dessa grande jornada.

Desenvolver uma ideia inovadora, que seja capaz de impactar o público e conquistá-lo, além de contribuir para com a sociedade é extremamente recomendado.

Sinta a dor das pessoas, perceba suas necessidades, torne-se necessário.

Ter uma grande ideia dessas não é um trabalho fácil.

Inspiração e criatividade dependem da sua percepção sobre o que está acontecendo em sua área de atuação e como relacionar esses fatos a abertura de sua empresa.

Focar no básico, em um primeiro momento, pode ser decisivo para balancear as chances entre o sucesso e o fracasso.

Alie sua ideia a sua área de formação, pois é fundamental trabalhar com aquilo que gosta e tem domínio.

Analise a concorrência, público-alvo, mercado e tendências, agarrando as oportunidades para agregar ao seu negócio o fator “diferencial”.

Avaliação

Mantenha sempre seus dois pés no chão.

No mundo dos negócios não devemos ultrapassar os limites da realidade.

Pois é necessário ter uma proposta diferenciada mas que seja realmente lucrativa.

Analise a viabilidade de sua Startup.

Seja crítico quanto ao serviço que será prestado.

Analise os valores para iniciar as atividades, seu potencial de crescimento a curto e longo prazo, seu público-alvo, onde se concentra a demanda e se realmente há capacidade de reprodução dessa ideia.

As respostas para essas questões são o indício de que sua Startup será bem sucedida ou não.

Peça ajuda de pessoas de confiança para dar um feedback sobre o seu negócio, indicando pontos fortes e fracos e a opinião sobre o sucesso do empreendimento.

Criação

O último passo é pensar em como começar a ganhar dinheiro com essa proposta.

Defina um modelo lucrativo para a empresa, especificando a melhor forma de obtenção de recursos para que o negócio seja sustentável e gere lucros.

Pense em como captar e fidelizar clientes, vender seus serviços, disseminar anúncios, entre outras ações de monetização.

O planejamento das ações deve ser feito de forma meticulosa, evitando que o negócio corra risco de falir antes de sair do papel.

Nesse ponto o Plano de Negócios deve estar apto a prever todas as ações.

Por exemplo: modelo de operação, formas de divulgação, estratégias de vendas e o capital que será empregado.

Isso possibilita ao futuro empresário buscar parcerias para colocar em prática seus objetivos.

Seja por meio de investimentos financeiros ou pela colaboração de pessoas com habilidades necessárias.

Conclusão

Um bom panejamento é a chave para o sucesso, não importando o tipo de negócio que você deseja montar.

Estude, pesquise e contrate profissionais especializados (caso possua recursos).

Você não precisa ser um profissional da área de administração, mas ter conhecimentos sobre administração e gestão serão um diferencial.

Pois, no final, seu negócio funcionará com base em um sistema que exige metodização das atividades executadas e economia de recursos.

A velocidade para solucionar problemas e a segurança no processo de tomada de decisão melhoram os lucros e minimizam os problemas.

Em hipótese alguma a Startup deve ser um tiro no escuro.

Ainda precisa de ajuda?

Segue um vídeo com um breve resumo referente ao que foi falado acima:

Paula Viana
Paula Viana

Formada em Psicologia, com especialização em Gestão Estratégica de Pessoas, possui experiência internacional e conhecimento na área de saúde mental. Sempre que possível escreve para o blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!