Saiba como Emitir CT-e

Guilherme Ferraz - 04/04/2018 - 0 Comentário(s)

O Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) é um documento fiscal que possui como principal objetivo registrar as mercadorias que são transportadas, sejam nos sistemas rodoviário, aquaviário, ferroviário, aéreo ou dutoviário, ele foi instituído pelo Ajuste SINEF nº 09, de 25 de outubro de 2007 e é destinado as empresas de transporte de carga.

Saiba mais sobre este documento, acesse nosso artigo completo clicando aqui.

 

Novo CT-e 3.0: Saiba Mais

Como diversos documentos fiscais o CT-e também foi atualizado e sofreu algumas alterações com o decorrer do tempo.

A partir do dia 4 de dezembro de 2017 a nova versão 3.0 do CT-e passou a ser obrigatória e, todos os contribuintes independente do modal ou do tipo de transporte, tiveram que se adaptar.

Para se manter atualizado em relação as exigências do Fisco, acesso nosso artigo completo sobre a nova versão CT-e 3.0, clicando aqui.

 

Como Emitir CT-e no Soften SIEM?

Com o sistema aberto clique na seta ao lado do carrinho de Venda e vá em Conhec. Transporte (CT-e).

Emitir CT-e

 

Na próxima tela clique em Novo (F2).

Emitir CT-e

 

Para emitir o CT-e é necessário preencher alguns campos obrigatórios, por isso montamos esse passo a passo para auxiliar os nossos clientes.

 

Cadastre o CFOP

Clique nas letras CFOP (em azul), na próxima tela digite a numeração do CFOP que a sua contabilidade informou.

Emitir CT-e

Na Natureza da Operação preencha com a frase: ‘Prestação de Serviço de Transporte’.

Os campos abaixo são destinados aos tributos de ICMS, caso o cliente tribute, os percentuais devem ser inseridos.

Se por acaso ele não tributar, coloque o numeral 0 (zero) em todos os campos e clique em Confirmar.

Se o cliente já emitiu outros CT-es pelo Soften SIEM, provavelmente já exista CFOP cadastrado no sistema, com isso, basta preencher a numeração no campo CFOP (em verde).

NOTA: no Soften SIEM é possível deixar este campo automático, caso o cliente utilize a mesma numeração de CFOP para todas as operações no CT-e, solicite junto ao suporte técnico.

 

Tomador Serviço

O campo Tomador Serviço deve ser preenchido pelo responsável do frete, ou seja, aquele que paga pelo serviço.

Que pode ser:
0Remetente (aquele que promove a saída inicial da carga);
1Expedidor (é um participante no CT-e, responsável por entregar a carga para quem irá realizar o transporte, pode ser uma entrega de transportador para transportador);
2Recebedor (aquele que recebe a carga);
3Destinatário (para quem a mercadoria foi enviada);
4Outros (não se enquadra em nenhuma das opções acima).

Emitir CT-e

 

Tipo do CT-e

No espaço Tipo do CT-e escreva qual é a categoria deste documento.

As opções são: 0Normal; 1Complemento de Valor; 2Anulação de Valor e 3Substituto.

Emitir CT-e

 

Modal

O campo Modal no CT-e estabelece a forma como será transportado esse produto.

Pode ser pelo meio:
01Rodoviário (é realizado em estradas, rodovias e ruas, que podem ser pavimentadas ou não);
02Aéreo (é o movimento de pessoas e mercadorias pelo ar com a utilização de aviões, balões, dirigíveis ou helicópteros);
03Aquaviário (é aquele em que se utiliza a água para a locomoção de mercadorias e pessoas);
04Ferroviário (é aquele realizado por veículos que percorrem linhas de ferro para transportar produtos e pessoas)
05Dutoviário (é aquele realizado por meio de dutovias, ou seja, tubulações).

Emitir CT-e

 

Formas de Emissão

Selecione a forma de emissão desta nota, as opções são:

1Normal (Usado quando os servidores da SEFAZ estão operantes);
5Conting. FS-DA (Usado quando não há internet no estabelecimento, nesta modalidade o emitente precisa imprimir os CTE-s em um papel moeda adquirido diretamente na Sefaz);
7Conting. SVC-RS (utilizado quando o servidor do estado do emitente encontra-se fora do ar);
8Conting. SVC-SP (utilizado quando o servidor do estado do emitente encontra-se fora do ar);

Emitir CT-e

 

Tipo de Serviço

Preencha este campo com a categoria do serviço.

Existem 4 opções que classificam esta atividade:
0Normal (aplicado em operações normais);
1Subcontratação (ocorre quando a empresa transportadora é contratada por outra transportadora, ou seja, subcontratação, e ela no caso realiza todo o transporte);
2Redespacho (é o caso em que a empresa transportadora contrata outra para realizar parte da prestação do serviço, independente se for inicial, intermediário ou final);
3Redespacho Intermediário (é quando uma terceira transportadora é envolvida no processo para realizar um trecho intermediário).

Emitir CT-e

 

CT-e Globalizado

A nova versão do CT-e 3.0 possui um campo opcional para identificar se o CT-e é globalizado ou não.

CT-e Globalizado é caracterizado por ser um tipo de conhecimento em que existe em uma mesma prestação de serviço intermunicipal diversos remetentes ou destinatários e um único tomador.

Emitir CT-e

 

Remetente e Destinatário

Os próximos campos que devem ser preenchidos são:

Remetente: aquele que está enviando a mercadoria.

Expedidor: quem vai transportar a carga.

Cid. Origem: a cidade de onde essa mercadoria irá sair, vale lembrar que este campo preenche automaticamente no momento em que o remetente for inserido, más pode ser mudado.

Destinatário: para quem a mercadoria foi enviada.

Recebedor: aquele que receberá o produto.

Cid. Destino: a cidade final, onde esta mercadoria será entregue. Esse campo também preenche automaticamente no momento em que o Destinatário for selecionado.

Os campos Tipo Contribuinte e Tipo Consumidor também devem ser escritos de acordo com a situação do Remetente e do Destinatário, respectivamente.

Emitir CT-e

 

Notas Fiscais Eletrônicas

No campo Chave NF-e o cliente deve inserir a numeração da chave de acesso das notas fiscais dos produtos que serão transportados.

É possível acrescentar quantas chaves de acesso forem necessárias.

Emitir CT-e

 

Produto Predominante e Medidas

Preencha corretamente todos os campos apresentados na imagem abaixo:

O espaço Tabela de Preço será configurado pelo setor de treinamento da Soften Sistemas, de acordo com as informações que o cliente fornecer.

Escolha a Unidade Carga deste produto, escreva a quantidade correta e pressione o botão enter do teclado, perceba que este item foi inserido na tabela Unidade.

Selecione o produto e escreva as características do mesmo.

No campo Valor Total da Carga escreva o valor total do CT-e.

Emitir CT-e

 

Valores que Compõem o Frete

No campo Valor Líquido do Serviço escreva o valor a ser pago pelo trabalho prestado.

Os próximos campos não são de preenchimento obrigatório, porém o cliente pode preencher caso queira.

Emitir CT-e

 

Valores e Impostos

No próximo campo escolha a Situação Tributária da empresa, é possível automatizar esta informação no Soften SIEM.

Os demais espaços devem ser preenchidos com os dados fiscais.

Emitir CT-e

 

Informações Rodoviárias

Preencha o campo RNTRC/ ANTT com a numeração da sua certificação.

O Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTRC) é um certificado público, fornecido para a identificação e certificação, necessário a qualquer veículo que trafegue e opere no transporte de cargas.

Preencha também a data de previsão de entrega dessa mercadoria, a forma de pagamento e a data de pagamento.

Emitir CT-e

 

Informações Adicionais

Existem alguns campos habilitados no rodapé do CT-e.

Ao clicar no espaço Cancelar o cliente cancela o preenchimento deste documento imediatamente, não salvando nenhum dado.

No botão Observação é possível acrescentar qualquer observação necessária.

Marque a caixa Pré-visualizar CT-e para verificar se todos os campos estão preenchidos corretamente e depois clique em Confirmar.

Emitir CT-e

 

Outros Documentos Fiscais

Quando a mercadoria que o cliente está transportando não possui Nota Fiscal Eletrônica e consequentemente não tem chave de acesso inserida no corpo do CT-e.

O sistema abrirá uma tela no momento que o documento for finalizado, nela preencha os dados deste documento que substitui a NF-e.

Depois de preencher corretamente clique em Confirmar.

OK para as próximas mensagens e pré-visualize seu DACTE.

Emitir CT-e

 

Ainda precisa de ajuda?

Segue um vídeo com um breve resumo referente ao que foi falado acima:

Caso as dúvidas permaneçam, entre em contato com o nosso suporte técnico, o melhor da América Latina!

Guilherme Ferraz
Guilherme Ferraz

Mais conhecido como Ferraz, é formado em Engenharia Civil, com especialização em gestão de pessoas e processos. Hoje é diretor de suporte técnico e quando sobra um tempinho escreve para o blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

Experimentar agora
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!