Passo a passo para administração do seu fluxo de caixa

Ronnie Birolim - 18/09/2017 - 0 Comentário(s)

O financeiro de toda empresa opera da mesma forma: é dinheiro que entra e dinheiro que sai. Como isso acontece em prazos diferentes, é preciso antecipar esse controle para evitar problemas de carência ou excesso de verba no caixa.

Assim, uma das tarefas mais importantes de um negócio é a administração do fluxo de caixa. Para te ajudar a fazê-lo da melhor forma, reunimos um passo a passo neste post. Confira abaixo!

Faça um planejamento

Estamos vivenciando uma época em que a falta de planejamento financeiro é um motivo que pode dar muitos prejuízos e frear o crescimento de uma empresa.

Por esse motivo, para manter o fluxo de caixa sempre ativo é preciso levantar todas as despesas e receitas, atuais e futuras, incluindo planos de crescimento e investimento, e incluí-los ao seu plano de negócios.

Dessa forma, você criará uma projeção de fluxo de caixa, que representa uma realidade financeira futura. Essa é uma forma de planejamento bastante eficaz, pois garante que você tenha uma ideia de como estará o seu faturamento daqui a alguns meses ou anos.

Com isso, será possível definir prioridades, reduzir custos ou buscar novas possibilidades de empreendimento.

Figura Planilha Gratuita Fluxo de Caixa

Registre todas as entradas e saídas de caixa do período

Registre tudo o que você tem a receber em um período pré-determinado, o qual poderá ser a cada 12 meses, por exemplo, para garantir a saúde financeira do seu negócio. Marque as vendas à vista e a prazo, o dinheiro a receber e qualquer outra movimentação, na data exata quando a transação ocorrer.

Já para as saídas, também anote tudo o que a empresa tem a pagar, tanto no dia quanto na data em que será preciso quitar algo.

Existem recursos que terão valor fixo e esperado, como um aluguel ou as parcelas de um veículo ou equipamento recentemente adquirido, por exemplo. Mesmo assim, todas as saídas, certas e determinadas ou não, deverão ser registradas.

Pague automaticamente despesas regulares e essenciais

É muito importante pagar as despesas regulares no débito automático, pois você não correrá o risco de esquecer alguma data de pagamento.

Contas de luz, água e telefone são mensais e bastante altas, principalmente para empresas. Isso sem falar que qualquer atraso pode gerar grandes multas.

Por esse motivo, é fundamental fazer a automação desses pagamentos para poupar gastos supérfluos. Isso não quer dizer que você e sua equipe devem deixar de checar as cobranças. É preciso ficar atento para evitar cobranças indevidas e/ou contestar valores incorretos.

Uma boa alternativa é separar as despesas por categorias a fim de otimizar o tempo e analisá-las com maior facilidade. A classificação também vale para os ganhos (faturamentos), categorizando os produtos, serviços ou estratégias que dão maiores lucros.

Por isso, separe-os de acordo com as suas prioridades. Isso lhe dará mais comodidade e segurança.

Tenha um fundo de reserva à disposição

Esse passo é essencial para administrar o fluxo de caixa. Nele, você precisa reservar uma parcela de seus rendimentos para eventualidades — acidentes de trabalho, crise no mercado econômico e manutenções urgentes de máquinas e equipamentos, por exemplo.

Para ter condições de arcar com esses imprevistos, crie um fundo contingencial (emergencial), já no planejamento orçamentário, com depósitos mensais e regulares a partir do fluxo de caixa do seu negócio. Essa é uma prática bem eficiente, pois pode evitar a busca por empréstimos emergenciais.

Avalie o capital de giro

A avaliação do capital de giro precisa ser minuciosa. Afinal de contas, como você saberá se suas estratégias de venda estão tendo algum retorno? Um dos destaques da gestão de fluxo de caixa consiste nesse tipo de avaliação.

Tendo isso em vista, é necessário que o resultado desse controle seja sempre positivo para que sua empresa continue crescendo.

Para você ter uma ideia de sua importância, o aumento desse saldo indica que é o momento de reinvestir no negócio, seja com inovações e melhorias, seja com a contratação de novos colaboradores.

EBook Fluxo de Caixa Banner

Saiba utilizar os preços

Por mais que sua empresa deva acompanhar e concorrer com os preços do mercado, evite entrar em uma disputa de preços, pois essa atitude pode prejudicar seus rendimentos futuros.

O problema dessa estratégia é que o valor competitivo pode não ser o suficiente para pagar os custos de produção das mercadorias, o que pode fazer com que você deixe de cumprir algumas obrigações financeiras.

Facilite os pagamentos

Uma das melhores ações para aumentar a base de clientes de um negócio é oferecendo diversas formas de pagamento.

Ampliar essas alternativas para o consumidor é garantir que mais pessoas possam adquirir seus produtos ou serviços. Afinal, não é todo mundo que tem dinheiro para o pagamento imediato.

Além disso, as chances de recebimento também aumentam: opções de pagamento automatizadas (cartões e boletos digitais) são mais seguras e garantem que sua empresa sofra menos com clientes inadimplentes.

Isso porque fazer cobranças também gera gastos, como o envio de e-mails, ligações telefônicas e visitas sucessivas para o cliente, sem contar que esse tipo de tarefa costuma ser desgastante e estressante em alguns momentos.

Gerencie o estoque

Um estoque estacionado não traz rendimento algum e só gera custos. Portanto, caso você esteja vivenciando isso, use e abuse de ofertas e promoções para sanar esse tipo de problema.

Se sua empresa for do ramo de produção, elabore um planejamento adequado para que os produtos sejam produzidos conforme a demanda do mercado. Busque alternativas para tirar proveito disso.

Use um bom software de gestão financeira

Em vez de canetas ou lápis, que tal utilizar os dedos para fazer seu controle financeiro? Com a evolução da tecnologia e o surgimento da mobilidade, bastam alguns toques (ou cliques) para você organizar dados referentes às finanças da sua empresa com mais agilidade, precisão e segurança, o que resultará em análises muito mais práticas e eficientes.

Dentre as muitas facilidades que a automatização financeira oferece, podemos citar a criação de diversos cenários de projeção de fluxo de caixa, que simplificam as tomadas de decisão.

Assim, todos os dados são sincronizados online e podem ser exibidos em qualquer dispositivo móvel, como notebooks, tablets e smartphones, além de serem protegidos de forma remota, graças ao sistema de nuvem — que armazena todos os dados com total segurança.

Conheça Soften Sistemas

E então, aprendeu como fazer a administração do fluxo de caixa da sua empresa? Basta seguir as dicas abordadas neste post para garantir uma gestão financeira eficiente. Não se esqueça de assinar nossa newsletter para receber mais conteúdos interessantes como este. Até a próxima!

Ronnie Birolim
Ronnie Birolim

Formado em Ciência da Computação e Marketing é hoje o CMO (Diretor de Marketing) da Soften Sistemas. Escreve para o blog e coordena o departamento de marketing. Está na Soften desde 2007 e nas horas vagas curte sua família, Rock anos 90 e video games.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!