Conheça o sistema de gestão mais completo para seu negócio

O que é recrutamento? Saiba o que é e suas técnicas

Diogo Oliveira - 21/02/2019 - 0 Comentário(s)

Todo empresário tem pelo menos uma noção de o que é recrutamento, ou pelo menos deve ter ouvido falar sobre o processo.

E é importante que além de ter uma noção, que o mesmo conheça como funciona o processo de recrutamento.

Assim como se envolver e trabalhar para que o mesmo seja realizado de maneira mais eficiente o possível.

Afinal, todo empresário deseja ter os melhores colaboradores dentro do seu negócio.

E mais uma vez a Soften pensando em ajudar os empresários, preparou este conteúdo para que você fique por dentro de tudo sobre o recrutamento.

O que é recrutamento? Entenda o que é o processo

Recrutamento é um processo que consiste em atrair os melhores profissionais para as vagas de emprego de uma empresa.

Ou seja, é o trabalho de busca e avaliação de candidatos a um emprego dentro e fora da organização, com finalidade de preencher uma vaga em aberto.

O recrutamento realiza um processo de seleção, avaliando entre outras coisas as competências técnicas e habilidades do candidato à vaga.

Tal processo deve ser realizado por profissionais habilitados na área de Recursos Humanos.

Isto, para que o mesmo seja realizado com a maior eficiência possível e preencha as vagas disponíveis com profissionais que se adequem aos cargos.

Existem diversos tipos de recrutamento que podem ser utilizados dentro das organizações.

É preciso que o empreendedor junto à equipe, defina a melhor técnica para ser utilizada.

Lembrando que o recrutamento e a seleção não são a mesma coisa, mesmo que interligados.

Cada processo possui a sua função e particularidade, e é preciso ter isto bem claro em sua mente.

Banner Planilha Folha Pagamento

Importância de se investir em um bom recrutamento

O mundo tem cada dia mais se atualizado e isto não é diferente com o mercado de trabalho.

Uma vez que, cada vez mais vem surgindo novos profissionais e necessidades mercadológicas e empresariais.

Portanto, para que uma empresa possa contar com os melhores profissionais à sua disposição, é preciso investir no melhor conjunto de técnicas para atraí-los.

E é neste ponto que entra o processo de recrutamento, que vai trabalhar desde a divulgação da vaga, passando pelo processo seletivo até a contratação.

Em todo este processo é feito uma análise dos perfis de cada candidato, identificando suas habilidades e proximidades com a cultura da empresa.

Fazem parte deste processo então análises de currículos, convite para o processo, avaliações dentro do processo e entrevista.

Estes passos citados acima são só alguns passos comuns dentro de um processo seletivo.

Contudo, não se engane pois o recrutamento não encerra suas atividades quando a contratação se consolida.

A equipe do RH deve se encarregar de inserir o candidato/contratado dentro da cultura da empresa.

Além de todos estes fatores, um bom recrutamento evita entre outras coisas um alto grau de Turnover dentro da empresa.

Desafios do processo

Como dito, o mundo vem evoluindo cada dia mais e o processo de recrutamento precisa estar pronto para as situações referentes a isto.

Um grande exemplo, é que as pessoas estão cada vez mais informadas e vão para o processo seletivo com muito mais conhecimento.

E tais dados não são só sobre a empresa, mas também referente às etapas do processo definido pela empresa.

Por este motivo, as empresas precisam criar a chamada “marca empregadora” que é justamente criar processos que levem uma característica específica da empresa.

Criar e utilizar esta marca é comprovado como uma das formas mais eficazes de contratação e atração de bons profissionais.

O Linkedin – rede social caracterizada pela troca de experiências profissionais – realizou uma pesquisa que comprova o sucesso do conceito.

Em 2016, 68% das empresas consultadas na pesquisa tomavam a marca empregadora como prioridade.

Além disso, a pesquisa apontou algumas tendências a serem incorporadas no processo de recrutamento.

Segunda a mesma, 40% das empresas apontaram que a utilização de redes sociais será uma das principais portas de convite aos profissionais.

O que é recrutamento 2

Tipos de recrutamento

1 – Recrutamento Interno

É o processo em que o recrutamento é realizado dentro do próprio ambiente da empresa.

Este é um modelo onde é desenvolvido o chamado plano de carreira dos funcionários da empresa.

E também é considerado como um processo mais rápido, barato e que acima de tudo propicia o crescimento dos colaboradores.

Dessa forma, também se estimula o crescimento profissional e busca do mesmo pelos profissionais da organização.

Além disso, o empresário consegue reduzir o turnover dentro da empresa a partir do recrutamento interno.

No entanto, nem tudo são flores, especialmente se o profissional não for selecionado pela vaga.

É preciso então, que a equipe de RH deixe claro ao funcionário que não é garantido a ida para o cargo em aberto.

Além disso, não realize o preenchimento da vaga com colaboradores internos somente para satisfazer a vontade dele e para não se indispor.

Por que se isso acontecer e o mesmo não condizer com as expectativas do cargo, a empresa pode ter diversos problemas de produtividade e afins.

2 – Recrutamento Externo

Este é o processo que é realizado normalmente, ou seja, a empresa realiza a divulgação das vagas e o processo seletivo com pessoas de fora da empresa.

O processo de recrutamento externo pode ser realizado de diversas maneiras, seja por meio de cadastro de currículo ou na divulgação em meios de comunicação.

Hoje em dia, como dito, uma das formas mais comuns de divulgação da vaga são por meio das Redes Sociais, em especial o Linkedin.

Este processo costuma trazer mais custo à empresa, o recomendável é que seja realizado só quando não é possível realizar um processo interno.

Realizar um processo externo traz uma série de vantagens, como a entrada de novos profissionais para a empresa.

O que pode fazer com que a empresa tenha uma renovada nas ideias e trabalhos em geral.

O interessante para o processo externo é que o setor de RH possua sempre um banco de dados de profissionais que podem ser úteis ao negócio.

3 – Recrutamento Misto

É justamente a união do recrutamento interno com o externo, que podem ser realizados simultaneamente ou um próximo ao outro.

É necessário que todos os procedimentos sejam muito bem organizados para que a contratação seja consolidada com o melhor profissional.

Ou seja, não deve haver um favoritismo para os profissionais de dentro da organização, por exemplo.

São várias as formas de se realizar um recrutamento misto, contudo, o mais recomendável é que se inicie com um processo interno e depois externo.

Isto, para que se pratique uma boa relação com os funcionários além de mostrar que há preocupação com a sua evolução e quer oferecer oportunidades para isto.

Como estruturar um bom processo de recrutamento?

Para estruturar um bom processo de recrutamento de funcionários, você pode seguir a lista de dicas que será apresentada abaixo:

1 – Busque os candidatos nos lugares adequados

É importante que a empresa, no momento da divulgação das vagas em aberto, faça isto nos lugares adequados.

Um lugar que tem cada vez mais surtido bons resultados é o Linkedin, por ser uma rede social voltada para um modo profissional.

Outra dica é ir até faculdades, banco de empregos e agências especializadas em recolocação profissional.

Contudo, fique atento pois normalmente as agências cobram uma porcentagem pelo serviço.

2 – Organize e estruture todo um processo seletivo

É de extrema importância que o setor de RH, alinhado com os gestores do negócio, estruture todo o processo seletivo.

Isto, para que o mesmo possa apresentar todas as características buscadas em um profissional.

Ou seja, podem ser aplicadas provas, testes, dinâmicas, entre outras coisas que auxiliem em tal processo.

Independente do que for escolhido o importante é que o processo tenha ligação com a cultura da empresa.

3 – Realize um pequeno teste de conhecimentos gerais sobre a empresa

Este é um procedimento dentro do processo seletivo que tem se tornado muito comum e eficiente.

Uma vez que analisa o conhecimento geral dos colaboradores e também as informações que o mesmo buscou sobre a empresa.

Monte um teste que não seja tão grande e que englobe conhecimentos gerais, focando mais na área que faz sentido para a empresa.

4 – Proponha dinâmicas e testes nos candidatos

Nesta parte é uma excelente forma de trabalhar o entrosamento e capacidades específicas do candidato.

Dinâmicas que foquem no serviço que será desempenhado é uma excelente forma de avaliação do candidato.

5 – Apresente e tenha a cultura da empresa bem estruturada

Este trabalho deve ser desenvolvido com cuidado e atenção, pois, a cultura da empresa é o reflexo do que ele entrega ao mercado.

Ou seja, é tudo aquilo que caracteriza a empresa no mercado, sua forma de atender, de trabalhar e ser um diferencial.

Isto deve ser bem claro na cabeça de todos os colaboradores e deve ser trabalhado desde o processo de recrutamento.

6 – Organize boas entrevistas

O processo final de todo o processo seletivo é a entrevista direta com os candidatos.

É interessante que participe dessa fase, somente o profissional de RH, de preferência um(a) psicólogo(a), ou uma equipe junto do profissional.

Nesta equipe, podem ser adicionados um representante geral da empresa e o supervisor ou gerente direto do setor, onde o colaborador será inserido.

7 – Utilize procedimentos tecnológicos

Estamos na era tecnológica, e é de extremo auxílio para o setor de RH utilizar de ferramentas que facilitem o processo de recrutamento.

Existem sistemas que facilitam o processo de recrutamento e traz excelentes resultados.

Além de garantir maior segurança para todo o processo de recrutamento e facilidade para a equipe de RH.

Existem inúmeras novidades em ferramentas utilizadas antes do candidato chegar até a entrevista. Alguns exemplos são:

  • Simulações e jogos online;
  • Análise de gestor ideal;
  • Sistemas de simulação de software e de programação;
  • Ferramentas de análise de voz, dicção e gramática por telefone;
  • Avaliação do rastro social on-line;
  • Entrevistas online.

Segurança para o processo de recrutamento

Antes de decidir por realizar o processo de recrutamento é preciso que as empresas tenham segurança financeira para contratar novos funcionários.

Para isto, é de extrema importância que o gestor tenha uma excelente ferramenta de gestão.

Isto pode ser realizado por meio de softwares de gestão fiscal e administrativa como os das Soften Sistemas.

Tanto o Gerencie Aqui, sistema em nuvem; quanto o Soften SIEM, sistema instalado no computador, possuem a função de controle ERP.

Este modelo de gestão controla os setores comercial, financeiro, estoque e fiscal em uma única plataforma.

Conheça Soften Sistemas

Entre em contato com um dos atendentes comerciais da Soften e adquira um sistema de gestão para o seu negócio.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos, e não deixe de acompanhar o Blog da Soften.

Siga também as Redes Sociais da empresa: FacebookInstagramTwitterLinkedin e Youtube.

Deixe seu comentário logo abaixo no campo específico se tiver alguma dúvida ou comentário.

Diogo Oliveira
Diogo Oliveira

É jornalista e especialista em textos informativos. Atualmente escreve os textos da Soften para a mídia, redige e-books e auxilia no blog. Nas horas vagas, gosta de ouvir música, ler sobre atualidades e política e assistir séries.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!