Conheça o sistema de gestão mais completo para seu negócio

Saiba o que é Custo Operacional de uma Empresa

Flávia Scalon - 28/10/2019 - 0 Comentário(s)

Os custos de uma empresa sempre é algo muito importante para ser considerado, para que se possa estimar as possibilidades de decisões a serem tomadas em prol da empresa.

Mas, você sabe o que é o Custo Operacional de uma empresa? Ele nada mais é que os custos de funcionamento da mesma

Nesse artigo, será analisado o que é o custo operacional, sua funcionalidade, formas de cálculos e importância. Confira!

O que é Custo Operacional?

De uma forma mais simples, Custo Operacional nada mais é que todas as despesas que mantém o negócio funcionando.

Sendo importante falar que esse custo existe independente dos valores de vendas.

São considerados custos operacionais:

  • Água;
  • Luz;
  • Internet;
  • Funcionários;
  • Telefone;
  • Sistemas de Gestão Comercial.

Em suma, os custos compreendem todos os gastos relacionados ao funcionamento de uma organização, sejam custos fixos, sendo que sem eles as suas atividades não seriam viáveis.

Simples, não?!

Tendo acesso aos custos, a sua empresa poderá ter um maior controle dos mesmos e poderá enxergar possibilidades de redução dos mesmos, viabilizando uma maior lucratividade da sua empresa.

Entenda como é na prática o Custo Operacional

Conforme pontuamos, os custos operacionais são os valores desembolsados pela empresa para a execução das suas atividades que asseguram a continuidade de suas operações.

Por exemplo, os insumos de produção, pagamento dos funcionários, despesas financeiras e viagens corporativas são consideradas custos operacionais.

Não se pode confundir o custo operacional com investimentos, tais como, as seguintes aquisições:

  • Novas máquinas;
  • Equipamentos;
  • Computadores e etc.

Esses exemplos acima são considerados investimentos, por ser considerado capital investido com o objetivo de obtenção de lucros futuros.

Mas nem todas as aquisições são consideradas investimento, como, por exemplo:

  • Compra de papéis;
  • Tintas para impressoras; e etc.

Esses e outros insumos de escritórios são considerados como custos operacionais por serem fundamentais para o funcionamento da empresa, não tendo nenhuma expectativa de lucros futuros.

É fundamental saber quais são os seus custos operacionais, sendo destes que você poderá colocar preço em seus produtos/serviços de forma mais rente à situação da empresa, sem possibilidades de prejuízos.

A ausência de conhecimento sobre o custo operacional deixa a sua empresa exposta a riscos financeiros, como investimentos inseguros possibilitando riscos e desperdícios.

Para que Serve o Custo Operacional?

O custo operacional tem como finalidade manter o negócio em funcionamento, com essa informação é possível que você saiba o quanto da receita ou venda mensal será preciso para quitar os seus custos.

Por exemplo:

Caso a sua empresa possua um custo operacional de 10 mil reais e quando na sua precificação você tenha considerado que o seu custo poderia ter um valor de 10% sobre a sua venda.

De forma que, será preciso vender 100 mil para a sua empresa possa vir a quitar o custo operacional identificado na precificação.

O que são considerados custos?

Em um contexto geral, os custos operacionais estão elencados em quatro grupos principais:

  • Representação;
  • Financeiros;
  • Administrativos;
  • Não recuperáveis.

Seriam os custos do grupo de representação, os seguintes custos: brindes, materiais impressos de suporte a vendas/serviços, viagens corporativas, despesas com alimentação e alojamento.

Os custos do grupo administrativo seriam os salários dos funcionários, serviço de escritório compra de material essencial a produção ou prestação de serviços, aluguel, água e luz, bem como, serviços de telecomunicações e gestão de pessoas.

Os custos do grupo financeiro seriam os pagamentos de juros, impostos e taxas, emissão de notas e a quitação de dívidas.

Quanto ao grupo de não recuperáveis seriam os custos pagos e que não poderão ser recuperados de outras formas, multas rescisórias, entre outras multas.

Materiais Gratuitos Soften Sistemas

Principais Impactos Financeiros da Empresa

Um custo operacional excessivo pode vir a impactar de forma negativa nos resultados financeiros da sua empresa.

Reduzindo a sua margem de lucro e, por conseguinte resultando em preços mais elevados, reduzindo a sua competitividade frente ao mercado.

É essencial que a sua empresa saiba de seus custos operacionais e que saiba como calcular o custo operacional.

Sendo crucial que não se omita nenhum gasto, para que não se tenha resultados distorcidos da real situação da empresa.

Em razão disso, se faz importante acompanhar os custos periodicamente, sendo o ideal começar a fazê-lo mensalmente e posteriormente, ir aumentando o espaço de tempo.

Assim, se faz necessário verificar possíveis flutuações, desperdícios e até mesmo novas contratações de fornecedores.

Tais pontos são fundamentais para que você possa reduzir o custo operacional da sua empresa.

Como Calcular o Custo Operacional

Agora que você sabe o que é e para que serve o custo operacional, podendo ser calculado de várias formas, sendo em geral um cálculo bem simples.

Em geral é pego o valor médio das suas despesas nos últimos meses, podendo ser pego os últimos 03 meses, divide–se pela sua média de venda no mesmo período dos custos.

Outras formas de cálculo

Cálculo da média de todas as despesas

Nesse cálculo somam-se todas as suas despesas dos últimos três meses, incluindo custos fixos, variáveis e de produtos.

Os investimentos não devem ser incluídos no cálculo.

Após isso, se faz a divisão da soma de todas as despesas por três e pronto, seria o nosso primeiro exemplo citado, do final do último tópico.

Calculando os Custos Operacionais no seu Faturamento

Nesse cálculo, se tem como base de todo o faturamento que você aufere com finalidade principal de cobrir os custos operacionais.

Basta dividir a média das suas despesas operacionais pelo faturamento do último trimestre.

Break Even Point

O break even point seria o ponto de equilíbrio, no qual é necessário ter um faturamento mínimo para cobrir os seus custos operacionais.

Nesse cálculo é preciso saber qual a margem de contribuição, o qual seria o faturamento médio subtraído dos custos variáveis.

Divide-se a margem de contribuição pelo faturamento para chegar a um valor de percentual, com esse valor é possível chegar ao break even point.

Dividindo os seus custos fixos pelo percentual da margem de contribuição que você acabou de calcular.

Considerações Finais

Os custos operacionais são conhecidos muitas vezes como: custos indiretos, os quais são relacionados com gastos do funcionamento do negócio.

Não podendo ser confundido com os investimentos, como, por exemplo, compra de uma máquina.

Conforme vimos os custos operacionais, destinam-se ao funcionamento do negócio com função consiste em permitir a subsistência das atividades comerciais.

Com o conhecimento dos custos operacionais da sua empresa é possível realizar melhores tomadas de decisões.

Como, por exemplo: troca de fornecedores, redução de custos que não venham a interferir no funcionamento da empresa.

As reduções de custos viabilizam que a sua empresa possa precificar seus produtos/serviços de forma mais proveitosa, visando uma maior possibilidade de competitividade no mercado.

Controle suas finanças em um sistema de qualidade

Para que todos os seus gastos e recebimentos sejam bem controlados, é importante ter um sistema qualificado para tal fim.

Isto é, com um aplicativo que ajude em todos os processos de finanças de um negócio é bem mais fácil controlar e acompanhar isto.

Com a Soften é possível ter sistemas desse nível à disposição, sendo que a empresa oferece aos empresários brasileiros dois tipos:

E isto com implantação, treinamento e suporte técnico ilimitado por cliente.

Não perca tempo, entre em contato ainda hoje com os atendentes comerciais e saiba mais sobre todos os produtos e serviços oferecidos.

Curtiu o artigo? Compartilhe-o com conhecidos e acompanhe os próximo artigos do Blog.

Siga também as Redes Sociais: FacebookInstagram, TwitterLinkedin e Youtube.

Comente suas sugestões e dúvidas abaixo!

Flávia Scalon
Flávia Scalon

É formada em publicidade e propaganda, pós graduada em gestão de comunicação integrada e uma das principais autoras do blog. Especialista em assuntos fiscais. Nas horas vagas, gosta de ler sobre romance, comédia, drama, entre outros assuntos, também curte vários estilos musicais e aprecia múltiplas culinárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!