lupa
Mouse

O que é a Nota de Entrada e como emitir

Bianca Fernandes - 13/07/2022 - 0 Comentário(s)

Para registrar a entrada de mercadorias no estoque, sua empresa usa um documento chamado Nota de Entrada. Essa operação é necessária sempre que se movimentam os produtos, seja pela devolução do cliente, obtenção de matéria-prima para a fabricação, etc.

Portanto, o uso dessa Nota é para que haja a formalização do ingresso em estoque de diferentes tipos de itens que a sua empresa comercializa.

Por que a Nota de Entrada é importante?

A Nota de Entrada é um documento importante que assegura o registro de todas as compras da empresa no que se refere às mercadorias que movimenta. Além disso, ajuda a manter uma boa gestão de todos os itens adquiridos, devolvidos e vendidos.

Isso favorece vários setores da empresa, além da administração, o departamento de controle financeiro e de controle do estoque. Dessa forma torna-se mais fácil planejar o volume de produção, entre outros processos.

Casos em que a Nota de Entrada deve ser emitida

Na rotina de trabalho de uma empresa, diferentes tipos de notas fiscais são emitidas. Por exemplo: Nota Fiscal Eletrônica de Produtos ou Mercadorias (NF-e), Nota Fiscal de Remessa, Nota Fiscal Complementar e outras.

Mas, quando o assunto é Nota Fiscal de Entrada, é possível emití-la pela sua empresa ou pelo vendedor, ou seja, quando você recebe a mercadoria comprada deve vir acompanhada de uma nota fiscal. Assim não é preciso que você faça a emissão de outra para registrar a entrada.

No entanto, caso o vendedor seja isento da emissão de nota fiscal, a sua empresa é responsável por esse procedimento. É preciso lembrar também que a entrada de mercadorias em estoque nem sempre representa uma compra, já que há situações em que o cliente devolve o produto devido a algum defeito ou outro motivo.

Outros casos de emissão

Outras situações em que a Nota Fiscal de Entrada deve ser emitida são as seguintes: aquisição de produtos importados; retorno sobre industrialização ou simples remessa. Mesmo que itens importados sejam enviados com nota fiscal, esse documento não tem valor legal em nosso país. Então, para comprovar o recebimento é preciso emitir a Nota de Entrada.

No caso de simples remessa, significa que uma mercadoria saiu do estoque sem intenção de venda. Geralmente isso ocorre para consertos, demonstrações ou para armazenamento em outras filiais. Então, logo que o produto voltar para o estoque deve ser feito o registro emitindo a Nota de Entrada.

Como emitir a Nota de Entrada

Para a emissão da Nota de Entrada, é preciso inserir os seguintes dados:

– Natureza da operação

– Informações sobre o produto

– Dados do fornecedor

– Código Fiscal de Operações e Prestação (CFOP)

– Código de Situação Tributária (CST)

Por fim, as empresas que utilizam um software de gestão empresarial com um sistema fiscal integrado têm mais facilidade para realizar diversos procedimentos.A Soften Sistemas é uma ótima opção, pois oferece os recursos necessários para gerar e enviar Notas Fiscais Eletrônicas.

E aí? Gostou do artigo? Então compartilhe com sua rede de contatos.

Te restou alguma dúvida? Então comente aqui e teremos prazer em te ajudar.

Continue nos acompanhando aqui no Blog e nas nossas redes sociais: FacebookInstagramYoutube e Linkedin.

Até a próxima!

Bianca Fernandes

Bianca tem 20 anos. Aqui na Soften, atuou no setor comercial e foi convidada para reforçar o nosso time de Marketing. É uma das responsáveis pela produção de conteúdo e uma das mais novas autoras do nosso Blog. Nas horas vagas curte ler, ouvir música, ver filmes e viajar. Além de adorar conversar e debater sobre assuntos diversos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Economize tempo e dinheiro.
Promova já o crescimento
da sua empresa.

Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!