lupa
Mouse

Saiba como Controlar o Fluxo de Caixa com Redução de Receita

Flávia Scalon - 07/04/2020 - 0 Comentário(s)

Um Fluxo de Caixa controlado dentro de qualquer empresa é algo extremamente importante e necessário.

Toda organização faz o controle de suas entradas e saídas, verificando assim a cada mês se a receita aumenta ou reduz.

E com o cenário de crise econômica, devido a pandemia do COVID-19, se faz mais preciso controlar o fluxo de caixa.

Acompanhe o artigo e saiba mais sobre este controle na redução de receita da empresa.

Primeiramente, o que é Fluxo de Caixa?

O Fluxo de Caixa é uma ferramenta que garante um acompanhamento detalhado das entradas e saídas da empresa, ou seja, pagamentos e recebimentos.

O mesmo possibilita acompanhar e lançar todas as receitas e despesas de um certo período de tempo, isto afim de apurar o saldo final da empresa.

Dessa forma, se tem conhecimento total da rentabilidade, lucratividade e resultados positivos da organização.

Portanto, resumindo, o Fluxo de Caixa é um acompanhamento de todo o dinheiro que entra e sai da empresa, tendo como o objetivo apurar o resultado positivo ou negativo da mesma.

É uma ferramenta extremamente importante, já que simplifica todo o controle financeiro do negócio e fornece informações segura e reais, possibilitando uma visão estratégica e atual da situação financeira da empresa.

Ele é feito por meio de planilhas e softwares automatizados para tal fim, porém as planilhas não são tão seguras como um software.

Isto porque, uma planilha demanda uma atenção maior, já que são processos manuais e não automatizados.

Já um software possibilita a gestão financeira de forma automatizada e ágil, trabalhando de maneira integrada com outros setores, como comercial, fiscal e logística.

Quando os setores são integrados e o sistema é alimentado de maneira organizada, todos eles se complementam.

Fluxo de Caixa Capa
Fluxo de Caixa Capa

Conceito de Receita

Receita é todo recurso proveniente de vendas de mercadorias, prestação de serviços em uma empresa, aplicações financeiras, entre outros.

Ou seja, é todo o capital (dinheiro) recebido resultante da atividade da empresa, e representam o lado positivo da conta da organização.

Tipos de Receitas

  • Receita Bruta: valor referente as vendas dos produtos e/ou serviços;
  • Receita Líquida: receita bruta menos os descontos (impostos, devoluções, etc);
  • Receita Principal/Primária: gerada a partir da atividade principal da empresa;
  • Receita Secundária: gerada a partir de uma atividade secundária da empresa;
  • Receita de Sobras de Materiais: receita da venda de sobras de materiais no processo de produção;
  • Receita Não Operacional: gerada a partir de atividades não relacionadas à atividade principal da empresa;
  • Receita Financeira: gerada de rendimentos de aplicações financeiras.

Redução de Receita em 10%, 30% e 50%: O que Fazer?

No cenário atual, a redução de receita é uma questão muito real e os negócios precisam se preparar e se adaptar ao momento.

A reação natural em tempos de crise financeira e redução de receita nas empresas, é de preocupação e cortes de gastos.

Mas saiba que estes períodos de turbulência pedem reflexão e criatividade, além de um bom controle financeiro.

Portanto, para controlar seu Fluxo de Caixa com facilidade na redução de receitas, é preciso, primeiro, de uma boa ferramenta.

Ou seja, um sistema otimizado e integrado com outras áreas da empresa, dessa forma será mais fácil controlar e organizar tudo o que entra e sai da mesma.

Logo, é fundamental verificar o porque o capital diminuiu, ou seja, porque não está entrando dinheiro na empresa.

As vendas caíram? Clientes cancelaram com sua empresa? Os produtos/serviços não entregam mais a mesma qualidade que antes? Verifique todas as questões antes de tomar qualquer atitude!

Em seguida, veja quanto de receita foi reduzida, em porcentagem e valores.

Veja alguns exemplos a seguir e saiba como controlar o Fluxo de Caixa em diferentes situações de reduções:

Redução de Receita em 10%

Se a redução de receita de sua empresa foi de 10%, analise onde ocorreu e verifique como se pode contornar essa baixa.

O ideal aqui é pensar com clareza e procurar uma solução criativa, procure novos meios de estar presente na vida de seus clientes e público-alvo.

Como por exemplo, as redes sociais e o e-mail marketing. Se divulgue aos clientes, esteja presente, dessa forma é possível vender mais e aumentar sua cartela.

Caso essa solução não resolva, verifique qual custo bata com o valor de redução da receita e faça um corte momentâneo.

Exemplo: reveja o contrato de telefonia e internet e analise se o mesmo está de acordo com as necessidades da empresa no momento e se necessário, negocie com a empresa fornecedora e contrate um plano mais barato.

O importante aqui é analisar toda a cartela de clientes e os custos pouco necessários, além de ser essencial evitar que haja maior redução de receita.

Planejamento, controle financeiro e um Fluxo de Caixa bem feito e organizado também são questões importantíssimas para isso.

Redução de Receita em 30%

Neste caso, também é preciso analisar onde ocorreu a redução de 30% e como ocorreu.

Fiscalize periodicamente os valores atuais, tenha planejamento e evite uma baixa maior de receita.

Na situação de uma redução de 30%, o mais importante é cortar custos que não são necessários para o momento.

Por isso, analise os pontos importantes para que a qualidade de seus produtos e serviços não seja comprometida.

Exemplo: Converse com seu contador e peça para que o mesmo reveja o regime tributário da empresa; Reveja fornecedores e orçamentos; Mantenha níveis saudáveis de estoque; e mais.

Estipular qualidade no atendimento e nos produtos/serviços, também é essencial em momentos de redução financeira.

Assim como um bom planejamento financeiro e tomada de decisões inteligentes, para que não haja maiores quedas neste período.

Redução de Receita em 50%

Em um cenário com redução de 50% da receita da empresa, é preciso ter atitudes urgentes e estratégicas.

Ter um capital reduzido pela metade é um perigo para qualquer empresa, mas que pode ser contornado se houver muita organização e criatividade.

Analise todas as movimentações e os recursos financeiros atualizados no caixa da empresa.

Neste momento, o corte de custos e gastos é extremamente necessário, isto para que não haja prejuízo no caixa da corporação, levando a mesma à falência.

Por isso, reduza todos os custos desnecessários para o momento, ou seja, custos que não são prioridade e não afetarão o funcionamento do negócio.

Sendo assim, reveja aluguel – caso pague -, impostos, funcionários, fornecedores, contratos de internet, viagens e etc.

É possível que a empresa terceirize algum serviço? É preciso que haja redução de pessoal ou corte de contrato com serviços oferecidos à empresa?

Retifique todo e qualquer passo e gasto dentro da empresa, mas atente-se que, demitir funcionários nem sempre é a melhor saída, já que isto pode afetar a qualidade do negócio.

E lembre-se, seu cliente é a peça chave de seu negócio, não se esqueça dele, trabalhe a venda com inteligência, ofereça benefícios e promoções, estimule o pós-venda e retenha clientes.

Concluindo

Visto que é preciso tomar diversas decisões e reduzir custos, já que há redução de receita, o fluxo de caixa deve ser alimentado constantemente.

É preciso muita organização em tempos de crise financeira, com ações inteligentes e bem articuladas.

Com um bom acompanhamento de caixa e estratégias inteligentes e criativas, é possível passar por fases complicadas de redução.

Tenha sempre em mente que tudo depende de um bom controle e muita disciplina no gerenciamento.

E claro, um Fluxo de Caixa bem feito!

A Soften te ajuda no Controle de Fluxo de Caixa de seu Negócio

Visto que um fluxo de caixa bem feito e organizado é um grande passo para enfrentar uma crise econômica, é importante saber quais as melhores ferramentas para isso.

Controlar de maneira otimizada e bem feita é o segredo para um fluxo de caixa de qualidade.

Por isso a Soften está presente, para ajudar os empresário com sistemas automatizados e completos.

O fluxo de caixa dos aplicativos Soften Siem – software instalado em desktop – e GerencieAqui – online e armazenado em nuvem – são a escolha certa neste momento.

Contém funções diversas que ajudam na gestão de toda a empresa, com facilidade e vantagens, como suporte técnico e baixo custo.

Se precisa de ajuda para gerir as finanças de seu negócio, entre em contato com a Soften e conheça todos os serviços oferecidos.

Não se esqueça também de acompanhar as dicas e os conteúdos do Blog e das Redes Sociais: FacebookInstagramTwitterLinkedin e Youtube.

Compartilhe este conteúdo, e caso tenha alguma dúvida deixe seu comentário abaixo.

Flávia Scalon
Flávia Scalon

É formada em publicidade e propaganda, pós graduada em gestão de comunicação integrada e uma das principais autoras do blog. Especialista em assuntos fiscais. Nas horas vagas, gosta de ler sobre romance, comédia, drama, entre outros assuntos, também curte vários estilos musicais e aprecia múltiplas culinárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economize tempo e dinheiro.
Promova já o crescimento
da sua empresa.

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!