lupa
Mouse

Entenda o que é o arquivo SINTEGRA e qual sua utilidade

Bianca Fernandes - 07/07/2022 - 0 Comentário(s)

Se você é dono de um negócio, sabe que precisa prestar contas ao Fisco, certo? Portanto, é provável que já conheça o arquivo SINTEGRA (Sistema Integrado de Informações Sobre Operações Interestaduais com Mercadorias e Serviços).

Estamos falando de um sistema que une todos os dados relacionados às transações de entrada e saída de mercadorias ou prestação de serviço dos contribuintes do ICMS. Juntamente com as suas notas fiscais. 

O SINTEGRA une todas essas informações em um mesmo ambiente digital para depois transmiti-las ao Fisco Estadual. Então, se a sua empresa emite nota fiscal ou faz a escrituração em livros fiscais, o uso do SINTEGRA é obrigatório. Os únicos que estão isentos dessa obrigação são os MEIs (Microempreendedores Individuais).

Para quê serve o arquivo SINTEGRA?

Além de saber o que é SINTEGRA, é importante também saber para que serve. O Governo Federal utiliza esse sistema com o principal objetivo de controlar as transações comerciais, realizadas pelas empresas de cada estado. Assim, é possível realizar uma fiscalização mais eficiente para evitar fraudes.

Sem dúvida, essa também é uma maneira do governo verificar se as empresas estão pagando o ICMS de forma correta. Por essa razão, o sistema está integrado à emissão de nota fiscal. Aliás, sem o registro no SINTEGRA, as empresas não conseguem fazer a emissão desse documento fiscal.

Benefícios aos contribuintes

Muitos empresários pensam que o SINTEGRA é apenas mais uma exigência do Governo. Porém, o uso desse sistema oferece vários benefícios. Alguns deles são:

– Permite que o governo fiscalize situações de sonegação fiscal;

– Os estados têm mais facilidade em acessar os dados fiscais gerados pelas empresas;

– Oferece às empresas mais segurança em suas operações comerciais;

– Simplifica a gestão fiscal da empresa e permite que possam fazer a emissão de notas fiscais eletrônicas.

Como e onde gerar o arquivo SINTEGRA

Por fim, agora que você já sabe o que é o Sistema Integrado de Informações Sobre Operações Interestaduais com Mercadorias e Serviços, bem como para que serve. Então, deve saber como e onde gerar esse arquivo.

Para enviar ao Governo as informações exigidas pelo SINTEGRA, antes de mais nada, a empresa deve documentar sem erros as transações de venda. Através da emissão de notas fiscais.

A partir dessas informações previamente armazenadas, será possível transmitir os dados corretos sobre suas operações comerciais.

Essa tarefa é simples, basta usar um software de gestão empresarial que possua um sistema fiscal integrado. Dessa forma, esse procedimento torna-se mais fácil. Isso porque esse tipo de sistema se adéqua totalmente às exigências do Fisco no que se refere à geração do arquivo SINTEGRA.

Soften Sistemas é uma ótima opção para as empresas, pois conta com emissores fiscais de alta eficiência, com os recursos necessários para gerar e enviar o arquivo SINTEGRA.

E aí? Gostou do artigo? Então compartilhe com sua rede de contatos.

Te restou alguma dúvida? Então comente aqui e teremos prazer em te ajudar.

Continue nos acompanhando aqui no Blog e nas nossas redes sociais: FacebookInstagramYoutube e Linkedin.

Bianca Fernandes

Bianca tem 20 anos. Aqui na Soften, atuou no setor comercial e foi convidada para reforçar o nosso time de Marketing. É uma das responsáveis pela produção de conteúdo e uma das mais novas autoras do nosso Blog. Nas horas vagas curte ler, ouvir música, ver filmes e viajar. Além de adorar conversar e debater sobre assuntos diversos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Economize tempo e dinheiro.
Promova já o crescimento
da sua empresa.

Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!