Conheça o sistema de gestão mais completo para seu negócio

EBITDA: Saiba o que é e como calcular

Flávia Scalon - 04/06/2019 - 0 Comentário(s)

Já ouviu falar no termo EBITDA? Ele é algo muito importante para os investidores e empresários.

Isto porque, é um indicador de lucratividade operacional que auxilia empresas nos processos financeiros.

Entenda e conheça mais sobre o EBITDA e seu cálculo, acompanhando este artigo da Soften.

O que é EBITDA?

EBITDA é a sigla em inglês para ‘Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization’.

A tradução direta e literal é ‘Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização’, podendo o termo ser também LAJIDA.

Este termo é um indicador financeiro de lucratividade operacional, que visa avaliar empresas de capital aberto.

Ele é uma ferramenta que ajuda os gestores e investidores a analisarem o desempenho financeiro e não financeiro da empresa.

Ou seja, o EBITDA é um indicador que representa apenas o quanto o negócio gera em atividades operacionais, sem inclusão de impostos, investimentos financeiros e empréstimos.

Dessa forma, é possível avaliar a realidade financeira da empresa, se há rentabilidade, aumento de eficiência, competitividade e etc.

Isto é, o mesmo proporciona uma visão clara e direta da lucratividade operacional do negócio.

Importância

O EBITDA se faz muito importante nas empresa, pois, com ele é possível saber os resultados da mesma.

Ou seja, fica bem claro aos interessados os ganhos, prejuízos e origem de recursos.

Dessa forma, investidores, acionistas, instituições financeiras e empresários saberão se a empresa tem potencial para crescer e as que não tem.

Planilha Financeira

EBITDA: Como calcular?

Para fazer o cálculo do EBITDA é preciso descobrir, anteriormente, o lucro operacional da empresa.

Este, é o lucro gerado pela receita operacional líquida, que é a subtração dos custos de mercadorias, despesas operacionais, administrativas e comerciais.

Logo se adiciona a depreciação e a amortização junto do lucro operacional, os mesmos estão inclusos nos custos e despesas operacionais.

Lucro operacional: Gerado única e exclusivamente pela operação do negócio, descontando despesas administrativas, comerciais e operacionais, ou seja, exclui-se toda movimentação financeira.

Depreciação: Apuração de um valor depreciável de um ativo em toda sua vida útil, ou seja, redução de bens por conta de perdas e desgastes.

Amortização: Alocação sistemática do valor amortizável de ativos intangíveis ao longo de toda sua vida útil.

Exemplo

A empresa X tem as seguintes informações:

  • Despesas com vendas: R$ 4.500,00
  • Despesas gerais: R$ 2.000,00
  • Despesas administrativas: R$ 550,00
  • Despesas com depreciação: R$ 400,00
  • Despesas com amortização: R$ 500,00

A primeira coisa a se fazer é somar todas as despesas operacionais, para isso, segue a fórmula:

DESPESAS OPERACIONAIS = despesas com vendas + despesas gerais + despesas administrativas + despesas com depreciação + despesas com amortização

Sendo:

Despesas operacionais = R$ 4.500 + R$ 2.000 + R$ 550 + R$ 400 + R$ 500 = R$ 7.950,00

Logo, é preciso calcular o lucro operacional líquido, que tem a seguinte fórmula:

LUCRO OPERACIONAL LÍQUIDO = receita operacional líquida – (custos dos produtos vendidos + despesas operacionais)

Informações:

  • Receita líquida: R$ 21.000,00
  • CMV (Custo de Mercadoria Vendida): R$ 1.500,00
  • Despesas Operacionais: R$ 7.950,00

Lucro Operacional Líquido = R$ 21.000 – (R$ 1.500 + R$ 7.950) = R$ 11.550,00

Assim se chega no cálculo do EBITDA, sendo sua fórmula:

EBITDA = Lucro Operacional Líquido + Depreciação + Amortização

Aplicando para o exemplo:

EBITDA = R$ 11.500 + 400 + 500 = R$ 12.400,00

Portanto, o EBITDA da empresa X é de R$12.400,00.

Tenha um software e tenha o controle financeiro de seu negócio

Para um controle financeiro completo e bem feito, é preciso ter um sistema de gestão empresarial qualificado.

A Soften, empresa de softwares que mais cresce no país, oferece aos empresários brasileiros aplicativos simplificados e otimizados.

Tanto no Soften Siem, quanto no GerencieAqui é possível gerenciar contas, visualizar o fluxo de caixa, consultar compras, entre outras coisas.

E tudo com implantação, treinamento e suporte técnico inclusos à todos os clientes.

Entre em contato e saiba mais sobre todos os produtos e serviços oferecidos pela empresa, assim como os pacotes disponíveis.

Gostou do artigo? Compartilhe-o com amigos e parceiros e continue acompanhando o Blog e as Redes Sociais: FacebookInstagram, TwitterLinkedin e Youtube.

Comente abaixo em caso de dúvidas ou sugestões!

Flávia Scalon
Flávia Scalon

É formada em publicidade e propaganda, pós graduada em gestão de comunicação integrada e uma das principais autoras do blog. Especialista em assuntos fiscais. Nas horas vagas, gosta de ler sobre romance, comédia, drama, entre outros assuntos, também curte vários estilos musicais e aprecia múltiplas culinárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!