lupa
Mouse

Descubra qual a diferença entre TED, TEF, DOC e PIX

Bianca Fernandes - 06/05/2022 - 0 Comentário(s)

Um dos serviços bancários mais utilizados pelos brasileiros é a transferência de valores entre contas. Atualmente, há diferentes maneiras de transferir dinheiro, por exemplo: TED, TEF, DOC e PIX. Isso pode confundir algumas pessoas, por isso vamos explicar como funciona cada uma dessas transações, principalmente a diferença entre TED e TEF.

Essas transações podem ser realizadas por pessoas físicas ou jurídicas. Sem dúvida, é uma facilidade que a modernidade oferece, já que não é preciso ir até o banco para fazer uma transferência financeira. As quantias em dinheiro a transferir eletronicamente variam e podem se destinar a poupança, conta corrente ou como forma de pagamento de produtos e serviços.

Diferença entre TED e TEF

A sigla TED significa “Transferência Eletrônica Disponível”. Esse serviço movimenta dinheiro entre contas das 10 à 17h em dias úteis. A taxa cobrada varia de acordo com o banco. Além disso, esse serviço de transferência de dinheiro não tem limite mínimo e nem máximo, o que é um fator importante.

Já o serviço bancário conhecido como TEF (Transferência Eletrônica de Fundos) ocorre através de cartões de débito ou crédito. Atualmente, a maioria das máquinas de cartão dos estabelecimentos comerciais utiliza o sistema TEF para remessas instantâneas de dinheiro entre contas do mesmo banco.

Essa é uma solução de vendas que faz a transação financeira eletronicamente na hora em que se realiza compra por cartão de crédito ou débito. Isso pode ocorrer em qualquer dia e horário, até mesmo fim de semana e feriados.

Portanto, a principal diferença entre TED e TEF é que o correntista não precisa pagar as taxas do serviço de TED para transferir valores entre as contas que possui no mesmo banco. Nesse caso, usar a TEF torna-se mais vantajoso, principalmente para empresas de varejo que registram um grande fluxo de vendas diariamente.

O que é DOC?

Agora que você já sabe a diferença entre TED e TEF, vamos então falar sobre o DOC. A sigla significa “Documento de Ordem de Crédito”. Esse serviço de transferência bancária não possui valor mínimo para a operação, porém, o valor máximo é de até R$ 4.999,99.

Uma desvantagem do DOC é que o dinheiro é disponibilizado apenas no dia seguinte, caso a transação seja realizada até as 22h em dias úteis. A maioria dos bancos cobra uma taxa para efetuar DOCs.

E o Pix?

Lançado em 2020, o Pix é um meio de pagamento instantâneo que ganhou muita popularidade porque oferece mais vantagens em comparação com o serviço de DOC e TED. O Pix permite transferir dinheiro entre contas de instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central.

O Pix não cobra taxas nas transações realizadas. Graças aos inúmeros benefícios que ele oferece, hoje é o segundo meio de pagamento mais utilizado pelos brasileiros, superando o TED, porém, o primeiro método de pagamento preferido ainda é o cartão de débito e crédito.

E aí? Gostou do artigo? Então compartilhe com sua rede de contatos.

Te restou alguma dúvida? Então comente aqui e teremos prazer em te ajudar.

Continue nos acompanhando aqui no Blog e nas nossas redes sociais: FacebookInstagramYoutube e Linkedin.

Bianca Fernandes

Bianca tem 20 anos. Aqui na Soften, atuou no setor comercial e foi convidada para reforçar o nosso time de Marketing. É uma das responsáveis pela produção de conteúdo e uma das mais novas autoras do nosso Blog. Nas horas vagas curte ler, ouvir música, ver filmes e viajar. Além de adorar conversar e debater sobre assuntos diversos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Economize tempo e dinheiro.
Promova já o crescimento
da sua empresa.

Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!