Como Utilizar o Emissor NFe do Sebrae

Diogo Oliveira - 09/03/2018 - 0 Comentário(s)

Como utilizar o emissor NFe do Sebrae, é a principal dúvida dos empresários que precisam se utilizar desta que é a única ferramenta governamental gratuita disponível no mercado para emissão de NFe e CTe.

A responsabilidade para com o emissor passou para o Sebrae a partir do momento que a Sefaz de SP decidiu descontinuar o seu sistema emissor.

Contudo, muitas empresários tem dificuldades em utilizar o sistema de emissão e o Sebrae não disponibiliza nenhum tipo de Manual de utilização nem suporte.

No decorrer do artigo, você poderá fazer o download do E-Book Gratuito falando tudo sobre o assunto.

Por esse motivo, nós da Soften Sistemas preparamos este material para você que se utiliza dessa ferramenta e sente dificuldades na utilização.

Como a responsabilidade do emissor gratuito chegou nas mãos do Sebrae?

No ano de 2007, após identificar que mais de 90% dos contribuintes não se utilizavam da ferramenta gratuita, a Sefaz de SP decidiu descontinuar o seu sistema emissor de NFe.

O Sebrae que sempre se preocupa em auxiliar as pequenas e médias empresas brasileiras decidiu assumir a responsabilidade de disponibilizar o emissor gratuito de NFe.

Figura Download Emissor NFe Sebrae

E a partir daí ele passou a disponibilizar o emissor gratuito de NFe e CTe para que os empresários que ainda se utilizam da ferramenta gratuita não ficassem desamparados.

[ATUALIZAÇÃO / JUNHO DE 2018] O SEBRAE já atualizou o emissor para versão 4.0 da NFe.

Já se encontra disponível tanto a versão de homologação quanto a de produção da NFe 4.0 para download.

[ATUALIZAÇÃO / AGOSTO DE 2018 ] Com a atualização da NFe 4.0 realizada no dia 02 de Agosto de 2018, o SEBRAE vêm sofrendo instabilidades para instalação e download do sistema no seu site oficial.

Conforme informações, de alguns usuários, são erros diversos como: não carregamento da aplicação, em outros casos o site não abre para a realização do download, além de erros para o processo de emissão.

Veja no vídeo abaixo preparado pela Soften tudo sobre os problemas com o emissor gratuito:

Entenda mais sobre a decisão de passar o emissor gratuito para o Sebrae no nosso artigo.

O que é oferecido pelo sistema emissor do Sebrae e quais os pré requisitos para a emissão ?

O sistema gratuito do Sebrae, oferece às empresas ferramentas de emissão somente para NFe e CTe em ambiente de produção e de homologação, isso significa que caso o empresário necessite emitir outros documentos fiscais como MDFe e NFCe ele terá de buscar uma solução paga.

Outro ponto a se considerar é que o sistema não gera banco de dados, por esse motivo o empresário terá de salvar os XML de suas notas em uma pasta fora do sistema no seu computador.

Basicamente o sistema é somente para a emissão de NFe e CTe, não permite controle das notas, arquivo para acesso posterior ou qualquer função de gerenciamento fiscal.

Para realizar a emissão pelo sistema gratuito deve-se seguir o padrão imposto pelo governo:

– Certificação Digital;
– Credenciamento e Homologação junto à Sefaz do estado.

É de extrema importância que o empresário conheça muito bem os dados fiscais e especificações de sua empresa, pois, o Sebrae não disponibiliza nenhum tipo de suporte no momento da emissão da nota e pode ser que se caso você erre algum imposto, por exemplo, isso lhe traga problemas futuros junto ao Fisco.

Como realizar a emissão de NFe no sistema emissor do Sebrae?

Para realizar a emissão no sistema gratuito você precisará realizar o download do sistema no site do Sebrae SP e realizar a instalação no seu computador.

Caso tenha dificuldades no processo de instalação, veja este artigo que preparamos para lhe auxiliar.

Depois de instalar e preparar o sistema, inserindo os dados de sua empresa e vinculando o certificado digital ao software, está tudo pronto para realizar a emissão.

Clique em Emitir nova nota e insira as informações da nota, como numeração e série, CFOP, finalidade da emissão, cidade, natureza da operação, data da emissão, entre outros dados necessários para emissão de NFe.

O sistema apresentará campos na tela com (*) isso demonstra que aqueles dados são de preenchimento obrigatório para a emissão da nota.

Cadastre o seu cliente com todos os dados obrigatórios e necessários para a emissão, assim como os produtos que estão sendo vendidos por tal nota.

Como dito anteriormente é de extrema importância que você saiba todos os seus dados fiscais corretamente pois no emissor do Sebrae você precisará inserir os impostos em todas as emissões pois ele não cria uma padronização para emissões posteriores.

Insira os impostos na aba específica e depois na aba de Totais realize o cálculo do valor total da nota com impostos e todas as informações adicionais, como frete, já inseridas na nota.

Feito todos os procedimentos finalize a nota e realize a validação, assinatura e transmissão para o governo, caso sua nota tenha algum dado divergente ele apontará os erros e não lhe permitirá finalizar, corrija-os e repita o processo.

Feito todos os processos de autorização junto à Sefaz, exporte o XML e salve-o em uma pasta para envio posterior ao contador gere a DANFE e realize a impressão caso for necessário apresentar ao cliente.

Caso tenha ficado alguma dúvida, baixe nosso Ebook clicando na imagem abaixo e veja passo a passo da instalação e utilização do Emissor do Sebrae.

Figura Ebook Gratuito Emissor NFe Sebrae

Garanta uma solução ágil e preparada para sua empresa.

Se você for um empresário que busque mais do que somente um emissor de NFe para sua empresa, o emissor de NFe do Sebrae não conseguirá lhe atender.

Busque um software que além de lhe garantir agilidade para as suas emissões, também lhe garanta gerenciamento fiscal da sua empresa suporte avançado para te auxiliar nas emissões e atendimento de qualidade.

Todos esses atributos você encontra na Soften Sistemas que há mais de 15 anos no mercado trabalha para oferecer soluções que auxiliem os empresários no gerenciamento fiscal de suas empresas.

Banner-Conheça (1)

Com softwares que vão desde a emissão dos mais variados tipos de documentos fiscais (NFe, NFCe, CTe, MDFe) até o gerenciamento ERP de sua empresa, a Soften é hoje referência no mercado de softwares de gestão fiscal e gerencial.

Se você gostou deste artigo continue no nosso blog e veja mais artigos preparados para você empresário.

E se quiser saber mais sobre a Soften Sistemas e os seus pacotes e serviços, entre em contato conosco ainda hoje pelo nosso site: www.softensistemas.com.br

Diogo Oliveira
Diogo Oliveira

É jornalista e especialista em textos informativos. Atualmente escreve os textos da Soften para a mídia, redige e-books e auxilia no blog. Nas horas vagas, gosta de ouvir música, ler sobre atualidades e política e assistir séries.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

Experimentar agora
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!