Conheça o sistema de gestão mais completo para seu negócio

Como surgiu a Contabilidade? Conheça essa importante história

Diogo Oliveira - 26/05/2018 - 0 Comentário(s)

Muitas pessoas já devem ter se questionado: Como surgiu a Contabilidade?

Conhecer esta história e a importância do aparato contábil para o mercado, faz toda a diferença para os empresários.

Isto por que eles garantiram a real necessidade de investir em um profissional contábil para o seu negócio.

Para os contadores, reconhecer o papel de sua profissão na história e o desenvolvimento da mesma, faz com que muitas vezes ganhem força no caminho.

Acompanhe este artigo da Soften e conheça esta importante história para a sociedade.

Materiais Gratuitos Soften Sistemas

Panorama Histórico de como surgiu a Contabilidade

O surgimento de práticas contábeis é muito mais antigo do que a grande maioria possa pensar.

Já no Mundo Antigo, com os homens das Cavernas em seus desenhos rupestres, via-se técnicas de contagem e controle de alimentos e materiais para construções.

Ao longo da história da humanidade, vão surgindo povos que desenvolvem técnicas e práticas contábeis.

Contudo, somente na Idade Média com a publicação de estudos referentes à contabilidade que a mesma é elevada a categoria de ciência.

Hoje, a Contabilidade tem papel fundamental no desenvolvimento do comércio e na controle empresarial.

Mundo Antigo e resquícios contábeis

Os homens das Cavernas já expressavam, a milhares de anos, em seus desenhos rudimentares práticas de contagem de animais.

Povos sumérios, babilônicos e assírios faziam suas anotações em argilas, controlando o número de animais, por meio de gravuras.

Na cidade de Ur da Caldeia, foram encontrados registros de uso de mão de obra e materiais para construções.

Com o tempo, as gravuras foram dando lugar para documentos onde se registravam informações de bens, uso de materiais e contagem de animais.

No Egito, vemos pela primeira vez o surgimento do Registro de Bens propriamente dito, e a atuação do Fisco Real.

Existia neste período um inventário para a contagem do Boi, animal sagrado que marcava o início do calendário, além disto, foram encontrados registros de bens móveis e imóveis.

O controle de vendas e de escravos também foi um ponto de grande importância nas práticas egípcias.

Como surgiu a contabilidade 2

Além dos egípcios, outros povos desenvolveram técnicas que posteriormente tornaram-se importantes para o desenvolvimento da ciência contábil.

Os gregos aperfeiçoaram o modelo egípcio ao realizar a escrituração de contas de custos e receitas, com a procedência anual de confronto entre as contas.

Essa escrituração estendeu-se para além de bens pessoais e do campo, para atingir a administração pública, privada e bancária.

Até mesmo na Bíblia vemos relatos de práticas de contabilidade, para controle de propriedade e de bens.

Vemos isto em histórias como José do Egito, no Livro de Jó e o controle das riquezas do Rei Salomão.

E mesmo no tempo de Jesus, ele conta algumas parábolas sobre os homens ricos e o controle de seus bens e propriedades.

Período Medieval e o desenvolvimento da economia

Na época medieval vemos um desenvolvimento econômico e da propriedade, isto fez com que fosse necessário técnicas de controle e apuração de bens.

Foi na Itália que houve o desenvolvimento da Contabilidade, por conta do aumento da produção e a mudança das relações de trabalho.

Além disto houve o aumento do Capital o que fez com que os registros e controles se tornassem mais complexos.

A partir do século X surgem as primeiras grandes corporações que fortalecem ainda mais o sociedade burguesa e a propriedade privada.

Houve uma proliferação de novas técnicas de mineração e metalurgia, que fez com que o serviço artesanal se expandisse.

Veneza torna-se o centro do comércio externo, o que impulsiona o surgimento dos primeiros Livros Caixa, que registravam os recebimentos e pagamentos em dinheiro.

Nos séculos que se seguem vão surgindo novos termos, como: Capital e método de Partidas Dobradas.

No início do século XIV surgem registros de custos comerciais e industriais nas diversas fases de desenvolvimento.

Mundo Moderno e desenvolvimento científico da contabilidade

Três acontecimentos da transição do mundo medieval para o mundo moderno são importantes para o desenvolvimento cientifico da contabilidade.

Em 1453 os turcos tomam Constantinopla, o que insurge na migração de diversos sábios bizantinos para Itália.

A descoberta da América e posteriormente do Brasil, faz com que a Europa tenha um acúmulo de riquezas, como o ouro.

E em 1517, com a Reforma Protestante leva a perseguição dos protestantes que fogem para a América com suas riquezas.

Com todo este panorama a Contabilidade torna-se uma necessidade para administrar a economia em pleno desenvolvimento.

Além da economia em pleno desenvolvimento, o controle das riquezas do Novo Mundo impulsiona ainda mais o desenvolvimento contábil.

A partir disto, vê-se a inserção de técnicas contábeis nos negócios privados.

Frei Luca Pacioli, Pai da Contabilidade no Centro da Imagem

Em 1494, o Frei Luca Pacioli lança o Tratado da Contabilidade por Partidas Dobradas, que o torna pai da Contabilidade, ao explanar a técnica usada na Toscana desde o século XIV.

Sua obra dá um peso importante e torna-se um marco no desenvolvimento científico da Contabilidade.

No tratado é mostrado técnicas para um bom comerciante, conceituação e explicação para um bom inventário, livros mercantis, registros de operações e contas em geral.

A principal contribuição se dá no controle de Lucros e Perdas, que na época era tratado como Pro e Dano.

Frei Luca explana a técnica de Partidas Dobradas onde ele explica as terminologias: PER = Devedor e A= Credor.

Além disto ele diz que o Devedor deve vir à frente do Credor, ideia que perdura até os dias de hoje.

Na Itália surge as primeiras restrições à serviços contábeis por uma única pessoa, onde só uma pessoa qualificada poderia exercer a Contabilidade.

Modernidade e desenvolvimento das escolas Contábeis

A Modernidade marca o desenvolvimento de centros de estudos das práticas contábeis.

Tudo começa com o predomínio das escolas europeias, no início a prática contábil se chocava com a Administração.

Foi no século XVII que o ensino da Contabilidade passa a ser administrada nas universidades europeias.

A escola europeia desenvolveu grandes teorias sobre a administração e controle de patrimônios, contudo não houve muita prática na área.

Foi assim, que por meados de 1920 começa a ter predomínio a escola norte americana de práticas contábeis.

As ideias norte americanas se preocupam em ir além de somente oferecer teorias, colocam-nas em prática.

O surgimento de grandes corporações, fez com que emergisse mais ainda a prática contábil, e impulsionou a criação de associações contábeis.

Hoje, a Contabilidade é parte indispensável das administrações empresarias, sendo que a tecnologia têm auxiliado e muito nos processos e serviços.

Além disto a regulação de impostos e emissão de documentos fiscais para garantir segurança nos processos comerciais reforça esta necessidade.

Práticas como Consultoria Contábil têm facilitado e expandido os horizontes do profissional da área e mantendo a prática atualizada com o mercado.

A Contabilidade no Brasil

Com a vinda da família Real para o Brasil, viu-se o aumento do tesouro da república e fortalecimento da renda dos estados o que aumentou a necessidade do aparato fiscal.

Foi criado também o Tesouro Nacional e Público e em 1808 o Banco Central do Brasil, todo este panorama propiciou o desenvolvimento de práticas contábeis.

Na época existiam as tesourarias da Fazenda, onde eram colocados um procurador fiscal, um contador e um inspetor.

Estas pessoas eram os responsáveis por todo o processo de arrecadação e administração fiscal, tributária e financeira das fazendas.

Hoje, o Brasil é um dos países com maior carga tributária e fiscal do mundo, o que demanda dos empreendedores cuidado e conhecimento para não ter problemas com o Governo.

A emissão de documentos como a Nota Fiscal Eletrônica NFe, por exemplo ainda é uma grande dificuldade para muitos empresários.

Isto tudo é facilitado com o auxílio de um profissional contábil que além de conhecimento da área pode simplificar o processo de administração financeira e fiscal dos empreendimentos.

Alie automatização do processo fiscal à gestão contábil.

O investimento em profissionais contábeis auxilia nos processos fiscais e administrativos financeiros.

Saiba neste artigo da Soften qual é a responsabilidade do Contador e do Empresário.

Além disto investir em automatização dos processos fiscais, como emissão de NFe, também traz resultados positivos para o empreendimento.

Para isto conheça os sistemas da Soften Sistemas, empresa especializada em softwares de gestão fiscal e administrativa.

A Soften além de sistemas emissores eficientes, possui em seus sistemas funções gerenciais de controle comercial, financeiro e de estoque.

Tudo isto unido à segurança de um suporte especializado para auxiliar o cliente com qualquer problema.

E também com um programa de parceria com contadores com bonificação por clientes indicados.

Conheça Soften Sistemas

Entre em contato ainda hoje e conheça mais sobre os sistemas da Soften.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos e continue acessando o Blog da Soften.

E se ficou alguma dúvida, deixe seu comentário que a Soften lhe responderá.

Diogo Oliveira
Diogo Oliveira

É jornalista e especialista em textos informativos. Atualmente escreve os textos da Soften para a mídia, redige e-books e auxilia no blog. Nas horas vagas, gosta de ouvir música, ler sobre atualidades e política e assistir séries.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!