Aprenda de um Jeito Simples como Calcular Prazo Médio de Pagamento

Diogo Oliveira - 26/06/2019 - 4 Comentário(s)

Saber como calcular o prazo médio de pagamento da empresa é essencial para o controle do capital de giro da mesma.

Isto porque, deficiências neste controle financeiro prejudicará diretamente os resultados do empreendimento.

Por este motivo, é essencial entender a importância de tal índice para a saúde financeira da empresa.

Neste artigo você aprenderá a realizar o cálculo do prazo médio de pagamento e utilizá-lo para a gestão financeira da sua empresa.

Prazo Médio de Pagamento – PMP, entenda

O Prazo Médio de Pagamento, ou somente PMP, é um índice eficiente para equilibrar o fluxo de caixa.

Uma vez que por meio dele, a empresa consegue melhorar o controle e acompanhamento financeiro da empresa.

Assim como também alinhar os prazos de pagamento, para que eles aconteçam de acordo com as Necessidades de Capital de Giro – NCG.

Por meio desse índice, é possível analisar quanto tempo em média deverá ser realizado o pagamento dos fornecedores.

Em uma visão geral então, o prazo médio de pagamento é o período médio entre a compra e a efetivação do pagamento da mesma.

Por meio dele a empresa consegue alinhar todas as suas contas para que sejam pagas em dias, evitando assim, juras e multas por atrasos.

Além disso, o empreendedor tem maior segurança e conhecimento necessário, para saber se o Capital de Giro será capaz de suprir as contas da empresa.

Figura Planilha Gratuita Fluxo de Caixa

Entendendo o índice

O índice de Prazo Médio de Pagamento – PMP têm sua relação direta com a forma que a empresa se relaciona com seus fornecedores.

Assim como também com os índices de Prazo Médio de Recebimento e Prazo Médio de Estocagem.

Que nada mais são, respectivamente, o prazo médio de recebimento do dinheiro e o prazo médio que você deve realizar a reposição do estoque.

O PMP é essencial também para o conhecimento e melhor compreensão de como deve ser estruturado o Capital de Giro.

Para este conhecimento analisa-se a NCG, um índice que aponta o valor mínimo que deve se ter em caixa para assegurar o funcionamento da empresa.

Quando ele é positivo, indica que há um superávit e o valor em caixa é suficiente para as operações da empresa.

Contudo, quando o índice é negativo há um déficit e a empresa precisará encontrar caminhos, empréstimos ou aporte dos sócios para o seu funcionamento.

Por esse motivo, quanto maior o índice de NCG, melhor para a empresa que pode investir em outras coisas dentro da corporação.

Como calcular Prazo Médio de Pagamento?

O PMP – Prazo Médio de Recebimento é calculado por meio da seguinte fórmula:

PMP = (Pagamento dos Fornecedores / Valor das Compras) x 360

Para que o cálculo seja realizado de forma eficiente, é preciso analisar cada um dos elementos da fórmula.

Primeiro, o número 360 é referente ao período de um ano, no entanto, se a análise de sua empresa é feita trimestralmente, você pode trocá-lo por 90 dias.

O pagamento de fornecedores é o valor total referente ao pagamento que deve ser realizado.

O valor de Compras é o quanto a empresa paga nos seus produtos em estoque, e pode ser descoberto de duas maneiras.

Primeiro, por meio da análise do DRE, contudo, você precisará confrontar uma série de dados para isto.

Outra maneira é por meio da fórmula de Custo de Mercadorias Vendidas – CMV = Estoque Inicial + Compras – Estoque Final.

Para o cálculo deve ser isolado o item compras e utilizar a fórmula da seguinte maneira:

Compras = CMV – Estoque Final + Estoque Inicial

No entanto, neste cálculo é preciso conhecer o CMV previamente para se chegar ao valor de compras.

Exemplo de cálculo

Para iniciar, primeiro deve-se descobrir o valor das compras para depois saber quantos dias em média deve se realizar os pagamentos.

Suponha que a empresa realizou a compra de matérias primas para a sua atividade e precisa ter em mãos o PMP.

O CMV é de R$ 1500,00, o Estoque Inicial é de R$ 450,00 e o Estoque Final de R$ 800,00, portanto:

Compras = 1500 – 800 + 450

Compras = 700 + 450

Compras = R$ 1150,00

O pagamento a ser realizado aos fornecedores é de R$ 750,00 e o valor de compras de R$ 1150,00.

Aplicando-se a fórmula:

PMP = (750 / 1150) X 360

PMP = 0,65 X 360

PMP = 234 dias

Portanto, de acordo com os dados da empresa, o Prazo Médio de Pagamentos é de 234 dias, o que simboliza cerca de 7 meses.

Gestão Financeira eficiente com a Soften

Para que a sua empresa realize uma gestão financeira eficiente e que garanta a sobrevivência da mesma é essencial ferramentas tecnológicas.

O melhor aliado neste processo são os softwares de gestão empresarial e fiscal integrado.

Assim como os aplicativos da Soften Sistemas: Soften SIEM, modelo desktop; e GerencieAqui, modelo online.

Ambas as ferramentas contam com emissão fiscal, como: NFe, NFCe e SAT integrado ao controle de estoque, vendas e financeiro.

Portanto, o controle e acompanhamento de Fluxo de Caixa torna-se mais eficiente e intuitivo nestas ferramentas.

Entre em contato, adquira um aplicativo da Soften e conte também com implantação e treinamentos gratuitos assim como suporte técnico ilimitado.

Acompanhe também as atualizações do Blog da Soften e deixe seu comentário logo abaixo caso tenha dúvidas.

Não deixe também de seguir as Redes Sociais: Facebook, InstagramTwitter, Linkedin e Youtube.

Diogo Oliveira
Diogo Oliveira

É jornalista e especialista em textos informativos. Atualmente escreve os textos da Soften para a mídia, redige e-books e auxilia no blog. Nas horas vagas, gosta de ouvir música, ler sobre atualidades e política e assistir séries.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Comentário(s)

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!