Conheça o sistema de gestão mais completo para seu negócio

Saiba como Calcular o Payback

Flávia Scalon - 16/04/2019 - 0 Comentário(s)

Para saber como calcular o Payback, é necessário entender que a estratégia é utilizada para analisar a lucratividade do negócio.

Isto porque, seu cálculo permite que os gestores tenham uma ideia de quanto tempo será recuperado o valor investido inicialmente.

Por isso, muitos dos novos empresários estão utilizando este indicador.

Entenda mais sobre o assunto e saiba como calcular o Payback, acompanhando este artigo.

Entenda sobre o Payback

O Payback, “Retorno” traduzido para o português, é uma estratégia que estima o tempo de retorno de todo o investimento feito em projetos ou novos empreendimentos.

Ou seja, é um cálculo que permite ao gestor verificar em quanto tempo os rendimentos acumulados darão o retorno do investimento.

Quando se faz o cálculo do Payback, o gestor tem a estimativa de quanto tempo levará para recuperar o valor investido no início do projeto e/ou negócio, podendo ser em um período curto ou longo.

Outro indicadores que geralmente estão relacionados ao Payback, são o ROI (Retorno sobre Investimento), VPL (Valor Presente Líquido) e TIR (Taxa Interna de Retorno).

Além disso, essa estratégia pode apresentar pontos positivos como pontos negativos, sendo alguns:

Pontos positivos

  • Fórmula simples e fácil de ser aplicada;
  • Oferece ideia do grau de liquidez e o grau de risco do negócio e/ou projeto;
  • Adequado para projetos de risco elevado;
  • Adequado para projetos com vida limitada;
  • A técnica aumenta a segurança dos negócios.

Pontos negativos

  • Os prazos são mais curtos, por isso, não é recomendado para projetos de longa duração;
  • Incompatibilidade com projetos muito complexos e negócios de grande porte.
Materiais Gratuitos Soften Sistemas

Saiba como calcular o Payback

O cálculo do Payback está ligado diretamente ao fluxo de caixa, sendo que este último deve ser bem projetado.

Sua fórmula é simples, porém, é preciso que haja cuidado no momento de calcular todas as variáveis.

Além disso, nele deve ser incluído todo e qualquer custo relacionado com o investimento.

São custos como despesas operacionais, despesas administrativas, equipamentos, funcionários e etc.

Após isso, se define o resultado médio mensal do fluxo de caixa, considerando determinado período de tempo, isto, por meio de um demonstrativo de resultados.

Assim, para se ter o Payback simples, basta executar a fórmula a seguir:

PB (Payback) = Investimento inicial / resultado médio do fluxo de caixa

Portanto, se divide o investimento inicial com o resultado médio do fluxo de caixa.

Um exemplo que pode ser citado é:

Um investimento é feito para um novo projeto, a empresa em questão investiu inicialmente R$ 8.000,00

O resultado médio obtido de seu fluxo de caixa é de R$ 2.000,00.

Sendo assim: PB: 8.000 / 2.000 = 4 meses

Ou seja, neste caso a empresa levará 4 meses para ter retorno do valor investido no projeto.

No começo, o saldo do fluxo de caixa pode ficar negativo, porém, com resultados positivos dos meses a seguir, o saldo fica positivo.

Quando isso ocorre, é mostrado que o tempo obtido pelo cálculo do Payback foi alcançado.

Payback Simples X Payback Descontado

São existentes dois tipos de Payback, o simples (nominal) e o descontado (valor atualizado).

O Payback simples foi explicado ao longo do texto, sendo o cálculo simples e rápido ensinado acima, que mede o tempo de recuperação de investimento.

Mas, ele não considera os fluxos de caixa após o período demonstrado pelo payback, por isso, para complementar, existe o Payback descontado.

O Payback descontado utiliza taxa de desconto anual, sendo uma das mais utilizadas a Taxa Mínima de Atratividade (TMA).

Essa taxa é ligada aos fluxos de caixa futuros e pode ser estipulada pela própria empresa, que determina a porcentagem de ganho ela quer em um determinado investimento.

Assim, no payback descontado, toda parcela do saldo do fluxo de caixa terão esse desconto, em um determinado período de tempo.

Simplifique sua empresa com uma gestão financeira de qualidade

A Soften Sistemas conta com softwares completos e integrados, que permitem ao cliente uma gestão administrativa muito mais organizada e eficiente.

Assim como o controle financeiro, que disponibiliza a consulta de compras por cliente, gerenciamento de contas a pagar e receber e visualização do fluxo de caixa.

Tudo isto com consultoria e acompanhamento completo ao cliente, com direito a implantação, treinamento e suporte técnico ilimitado.

Não perca tempo, adquira um dos aplicativos da Soften e tenha os processos de sua empresa simplificados.

Conheça Soften Sistemas

Compartilhe o artigo e continue acompanhando as atualizações do Blog e das Redes Sociais da empresa: FacebookInstagram,TwitterLinkedin e Youtube.

Comente abaixo em caso de dúvidas e sugestões!

Flávia Scalon
Flávia Scalon

É formada em publicidade e propaganda, pós graduada em gestão de comunicação integrada e uma das principais autoras do blog. Especialista em assuntos fiscais. Nas horas vagas, gosta de ler sobre romance, comédia, drama, entre outros assuntos, também curte vários estilos musicais e aprecia múltiplas culinárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!