Aniversário Soften

Saiba agora como Calcular o Adicional Noturno

Diogo Oliveira - 15/10/2018 - 0 Comentário(s)

Sua empresa possui trabalhadores no período da noite? Então você precisa saber como calcular o adicional noturno.

O adicional é um benefício garantido pela CLT para todo trabalhador que exerça sua função durante a noite.

E por esse motivo é de extrema importância que o cálculo seja realizado de forma correta, para não trazer problemas à empresa.

Veja então neste artigo da Soften como realizar o cálculo do adicional noturno de forma simples.

Banner Planilha Folha Pagamento

O que é o Adicional Noturno?

O Adicional noturno é um benefício trabalhista que consta no artigo 7, inciso IX da Constituição Federal e no artigo 73 da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).

De acordo com a legislação todo o trabalhador brasileiro maior de 18 anos, tem direito ao recebimento do adicional noturno e é mais um benefício e custo de funcionário para a empresa.

Ou seja, de acordo com a quantidade de horas noturnas trabalhadas, o empregado deverá ter um acréscimo ao valor da remuneração.

Esse valor acrescido à remuneração mensal, é definido de acordo com o tipo de atividade e o tempo trabalhado.

Veja no vídeo abaixo como calcular o adicional noturno:

Há três divisões de trabalhos que definem o período que pode ser trabalhado durante a noite.

Trabalho Noturno Urbano

Nesta modalidade de trabalho, é definido como trabalho noturno a jornada que seja exercida entre às 22 horas de um dia até as 5 horas do dia seguinte.

Trabalho Noturno Rural

Nesta modalidade são trabalhos executados na lavoura, que é se caracteriza como trabalho noturno quando desempenhado entre as 21h de um dia até as 5h do dia seguinte.

Trabalho Noturno Pecuário

Na atividade pecuária, o trabalho noturno é aquele que seja realizado entre às 20h de um dia até às 4h do dia seguinte.

Portanto, de acordo com o período definido, é calculada a quantidade de horas noturnas trabalhadas no mês e definido o valor a ser pago.

Para saber o valor a ser pago referente ao adicional noturno deverá ser empregada uma porcentagem de acordo com o tipo de trabalho desempenhado.

Para trabalhadores urbanos o cálculo é realizado com uma porcentagem de no mínimo 20% sobre o valor da hora diurna.

Já para trabalhadores rurais deve ser aplicado a porcentagem de no mínimo 25% da hora paga para trabalhadores diurnos.

Saiba como calcular o Adicional Noturno: Fórmula Simples

Chegou a hora de calcular o valor que deve ser pago para o seu empregado do período noturno.

Para isso existe uma fórmula simples que facilitará e agilizará o cálculo do adicional noturno.

1º Passo:

Salário Base / Horas Contratuais

O primeiro passo é descobrir o valor pago pelas horas diurnas de seus funcionários.

Para isso, realize o cálculo acima, que é a divisão do salário base pelas horas mensais definidas em contrato.

2º Passo:

Valor da hora trabalhada X Porcentagem

Com o valor da hora paga para o seu trabalhador definida, será descoberto agora o valor da hora noturna.

Para isto, basta aplicar o resultado da operação anterior na porcentagem do adicional noturno do empregado.

Hora trabalhada e descanso no período noturno

Uma informação importante para os empregados é quanto a hora trabalhada no período noturno.

Ou seja, a hora durante o trabalho noturno é diferente do trabalho diurno.

Durante o período noturno é caracterizada como 1 hora de trabalho, 52 minutos e 30 segundos trabalhados.

Enquanto, durante o dia, uma hora trabalhada é correspondente a 60 minutos trabalhados.

Tal definição se deu por conta da exaustão e desgaste físico superior que se encontra durante o período noturno.

Mas aí fica a dúvida: O que acontece com os 7 minutos e 30 segundos que restam da hora?

Esses minutos restantes devem ser pagos como hora extra, que é 50% da hora paga no trabalho diurno.

Para o descanso, durante o período noturno segue-se as seguintes regras:

  • Até 4 horas trabalhadas, não há intervalos de descanso;
  • De 4 a 5 horas de trabalho, até 15 minutos de intervalo;
  • Acima de 6 horas de trabalho, mínimo de 1 hora e meia e máximo de 2 horas de descanso.

Exemplo 1

Suponha-se que sua empresa caracteriza-se como trabalho urbano noturno, então teremos 20% para o cálculo do adicional.

Salário Base: R$ 1.500,00 / Horas contratuais: 220 horas

Valor da hora: R$ 6,82 X 20% do adicional

Valor da hora adicional: R$ 1,37

Se o empregado trabalhou 40 horas durante o período noturno, então feita a multiplicação pelo valor da hora chegará ao total de: R$ 54,80

O valor final, é então, o total a ser pago para o trabalhador referente ao adicional noturno no mês.

Exemplo 2

Se for o caso de um trabalho rural ou pecuário, o percentual a ser aplicado é de 25%, dessa forma segue-se o exemplo:

Salário Base: R$ 2.000,00 / Horas contratuais: 200 horas

Valor da hora: R$ 10,00 X 25% do adicional

Valor da hora adicional: R$ 2,50

Se o trabalhador fez uma jornada de 40 horas noturnas no mês, o valor a ser pago é de R$ 100,00 de adicional noturno.

Algumas observações

trabalhadores que exercem horas mistas, ou seja, iniciam no período diurno e encerram no período noturno.

Nestes casos, o adicional noturno só será pago sobre o tempo que se estendeu durante o período noturno.

Além deste caso, é preciso saber, que o adicional e as horas extras noturnas podem incorporar o salário e os demais benefícios.

Ou seja, é somado às Férias, 13º salário, FGTS, aviso prévio indenizado, repouso remunerado e INSS.

O empregador que possuir em seu negócio empregados noturnos é preciso ter atenção e realizar o pagamento de todos os benefícios trabalhistas.

O descumprimento de qualquer uma das obrigações pode acarretar em multas e problemas junto à Justiça do Trabalho.

Gestão financeira organizada com a Soften Sistemas

Para que o pagamento de qualquer obrigação trabalhista seja realizada sem problemas e sem causar prejuízos ao negócio é preciso manter uma organização financeira.

E para uma boa gestão financeira, a melhor ferramenta é um software de gestão ERP como os da Soften Sistemas.

A empresa que é referência no setor, possui tanto sistemas no modelo desktop, quanto em nuvem.

Além de sistemas eficientes, também conta com auxílio do excelente suporte técnico para os clientes.

Conheça Soften Sistemas

Invista na gestão de seus negócio entrando em contato hoje mesmo com a Soften Sistemas.

Gostou desse artigo? Envie e compartilhe com seus amigos e não deixe de acompanhar as atualizações do Blog da Soften.

Acompanhe também as Redes Sociais da empresa: FacebookInstagramTwitterLinkedin e Youtube.

E se ficou alguma dúvida ou tiver alguma sugestão, deixe seu comentário logo abaixo.

Diogo Oliveira
Diogo Oliveira

É jornalista e especialista em textos informativos. Atualmente escreve os textos da Soften para a mídia, redige e-books e auxilia no blog. Nas horas vagas, gosta de ouvir música, ler sobre atualidades e política e assistir séries.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!