Conheça o sistema de gestão mais completo para seu negócio

CMV: O que é, e como Calcular?

Diogo Oliveira - 29/07/2019 - 0 Comentário(s)

O CMV é um índice de grande importância para análise de resultados de vendas e gestão de estoque empresarial.

Calcular o CMV é necessário para que o empresário não se deixe levar pelos dados abertos do faturamento apresentado.

Pois, pode acontecer que os investimentos realizados em aquisição e manutenção de estoque faça com que os números de faturamento sejam drasticamente afetados.

É essencial então, que o empresário esteja por dentro do cálculo do CMV e o realize de forma correta.

Acompanhe este artigo e entenda tudo sobre o índice para garantir melhores resultados para a empresa.

O que é CMV?

CMV é a sigla para Custo de Mercadorias Vendidas um índice amplamente utilizado para análise dos resultados de vendas da empresa.

Ele trabalha analisando os fatores relacionados ao controle de estoque empresarial, para garantir que este não cause problemas financeiros à empresa.

Ou seja, seu objetivo é conhecer o ganho exato com a comercialização dos produtos do seu negócio.

Pode acontecer que muitas empresas acabam impulsionando o aumento de lucros, contudo, quando feito de forma desordenada pode ocorrer sérios problemas.

Portanto, é essencial calcular o custo referente à produção ou aquisição da mercadoria para garantir o lucro que seja capaz de suprir as necessidades.

Portanto, só analisar o lucro bruto adquirido com a entrada e saída de mercadorias não é a forma correta.

Dessa forma, o CMV trabalha calculando os gastos com a produção da mercadoria, assim como aquisição de matérias primas, custos com funcionários, etc.

Além disso se não for produção própria é preciso fazer o cálculo dos custo de aquisição da mercadoria.

Materiais-gratuitos

Análise de Inventário

Para que a aplicação do CMV seja efetivo é preciso entender as duas formas conhecidas de controle e acompanhamento de Inventário de Estoque.

O Inventário Periódico, é um controle que não apresenta eficiência pelo fato de ser realizado de forma esporádica.

Os controles e cálculos são realizados em períodos com grandes diferenças de tempos, dessa forma dificulta-se a obtenção dos dados necessários para o CMV.

Já o Inventário Permanente, é um gerenciamento de estoque completo e realizado de forma contínua.

Há um controle minucioso das entradas e saídas do estoque favorecendo dados assertivos para o CMV.

Processo de Cálculo

Existem duas fórmulas de cálculo de CMV, uma realizada de forma geral e outra pelo controle de inventário.

Antes de tudo, entenda as seguintes siglas:

  • Estoque Inicial EI;
  • Estoque Final EF;
  • Compras C;
  • Devoluções de Compras DC;
  • Devoluções de Vendas DV;

A primeira fórmula é a seguinte:

CMV = (EI + C) – EF

Esta fórmula é mais usada para uma visão geral do estoque da empresa, o valor obtido irá apresentar se a empresa está tendo prejuízo.

A outra fórmula mais utilizada é a seguinte:

CMV = EI + C + DC – DV – EF

Exemplos:

1 – A empresa possuía no início do mês um Estoque Inicial de R$ 7 mil, 30 dias foi realizada a compra de R$ 4 mil em produtos.

No final do período em questão chegou a resultado do Estoque Final em R$ 5 mil, ele utiliza a primeira fórmula de cálculo.

Portanto CMV = 7.000 + 4.000 – 5.000, no final têm-se o resultado de CMV = R$ 6.000,00.

Com este valor o empresário deve analisar se está tendo um lucro real em referência a venda e aquisição de mercadorias.

2 – Uma outra empresa optou pela segunda fórmula, e possuía os seguintes dados:

  • Estoque Inicial = R$ 15.000,00
  • Compras = R$ 8.000,00
  • Devoluções de Compras = R$ 2.000,00
  • Devoluções de Vendas = R$ 1.500,00
  • Estoque Final = R$ 5.000,00

Aplicando na fórmula temos a seguinte conta: CMV = 15.000 + 8.000 + 2.000 + 1.500 – 5.000, o resultado é o seguinte CMV = R$ 18.500,00.

Algumas especificações de utilização de CMV

Como dito, o CMV é um importante índice para acompanhar em tempo real os resultados de vendas da empresa, confrontando com os custos de aquisição e/ou produção.

Ou seja, é uma excelente forma de apurar se os resultados das mercadorias vendidas é capaz de gerar lucro mesmo com os custos existentes.

Em especial o CMV oferece excelentes resultados, em especial para pequenas empresas que não contam com serviços contábeis.

Lembre-se que o cálculo de CMV não irá oferecer um dado de Lucro Líquido, portanto, poderá haver outros abatimentos no valor.

Este índice é essencial então, para que o gestor tenha conhecimento real da situação financeira da empresa.

Lembrando que neste índice não entra impostos sobre o faturamento empresarial, despesas operacionais e administrativas, empréstimos, entre outros.

Ou seja, os dados levantados para o cálculo do índice são referentes aos custos dos produtos.

Gestão de Estoque e Financeira de Qualidade

Para garantir que os resultados da empresa sejam excelentes é preciso contar com ferramentas tecnológicas de qualidade.

A Soften Sistemas é especializada em softwares de controle fiscal e administrativo garantindo controle de documentos fiscais, estoque, comercial e financeiro em único lugar.

O cliente tem disponível o Soften SIEM, aplicativo desktop e o GerencieAqui, sistema online com implantação e treinamentos gratuitos.

A Soften disponibiliza também suporte técnico ilimitado garantindo simplificação dos processos de gestão empresarial.

Entre em contato e garanta o melhor software de gestão empresarial.

Ficou alguma dúvida? Deixe seu comentário logo abaixo e continue acompanhando o Blog da Soften.

Siga as Redes Sociais: FacebookInstagramTwitterLinkedin e Youtube

Diogo Oliveira
Diogo Oliveira

É jornalista e especialista em textos informativos. Atualmente escreve os textos da Soften para a mídia, redige e-books e auxilia no blog. Nas horas vagas, gosta de ouvir música, ler sobre atualidades e política e assistir séries.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!