Conheça o sistema de gestão mais completo para seu negócio

Avaliação de Desempenho: Descubra como funciona e como fazer

Diogo Oliveira - 15/05/2019 - 0 Comentário(s)

Realizar uma avaliação de desempenho é como tirar um Raio X e apresentá-lo ao empresário como anda o rendimento dos colaboradores.

A partir disso, o dono do negócio consegue tomar decisões importantes que possam ajudar no dia a dia da empresa.

Além também, de buscar melhorias e desenvolvimento individual e comunitário dos colaboradores, aumentando a produtividade e os resultados.

É necessário, no entanto, que a empresa busque o melhor método de avaliação e análise de desempenho.

Acompanhe neste post como funciona a avaliação de desempenho e aprenda a aplicá-la na sua empresa.

Avaliação de Desempenho, entenda

A Avaliação de desempenho é uma excelente ferramenta para a gestão de pessoas dentro de uma organização.

Esta avaliação leva em consideração o desempenho e resultados apresentados pelos colaboradores no dia a dia da empresa.

A partir disso, é possível realizar uma análise minuciosa de pontos fortes e fracos, buscando pontos de melhoria e mudanças na empresa.

É essencial analisar as ações realizadas dentro da empresa, e essa técnica permite que se consiga analisar cada colaborador em um determinado período de tempo,

Com os dados coletados, o gestor têm em mãos uma excelente forma de aplicar melhorias e mudanças no ambiente de trabalho.

Além disso, por meio da avaliação de desempenho a empresa consegue definir comissões, aumentos e prêmios para os colaboradores.

Uma vez que é por meio desta metodologia que a empresa tem uma visão certeira acerca da produtividade dos colaboradores.

Lembrando, que o objetivo da avaliação não é, e não deve ser nunca “plantar o terror” nos funcionários.

Muito pelo contrário, ela deve demonstrar a preocupação da empresa com o desenvolvimento dos colaboradores.

Materiais Gratuitos Soften Sistemas

Como desenvolver uma avaliação de desempenho?

Antes de iniciar o processo, o ideal é que se realize um planejamento e anote passo a passo do desenvolvimento da avaliação.

Para isso, é preciso estar atento a alguns elementos de extrema importância diária para o funcionamento da empresa.

Tenha claro as competências dos cargos

Antes de tudo, é preciso que se conheça por completo todas as responsabilidades e competências necessárias e esperadas de cada cargo.

Dessa forma, têm-se um conhecimento do que se espera primeiro e sumariamente que o colaborador entregue.

Lembrando que, estas definições e especificações precisam ser bem claras tanto para a gerência quanto para os funcionários.

Escolha o método de avaliação

São inúmeros os métodos ou modelos de avaliação que podem ser utilizados na avaliação de desempenho.

Segue abaixo alguns modelos mais conhecidos e utilizados para o método.

Avaliação 180 graus

Neste tipo de avaliação o funcionário é analisado somente pelo seu superior direto, de acordo com as metas estabelecidas da empresa.

É um excelente método, contudo, pode trazer problemas, pois o funcionário não possui espaço para dar uma retórica.

Além disso, caso o superior tenha algum problema com o subordinado, pode não haver tanto profissionalismo e realidade na avaliação.

Avaliação 360 graus

A avaliação 360 graus é diferente da anterior, porque a análise do funcionário é realizado não só pelo superior direto.

Companheiros de trabalho, outros gerentes e stakeholders realizam a sua análise, o que favorece uma visão 360º do colaborador.

Autoavaliação

Não é um método tão bem visto, mas necessário, para que o funcionário desenvolva a autoanálise.

Ou seja, o próprio indivíduo analisa as suas atividades e seu papel dentro da empresa.

Contudo, esta análise deve ser realizada em conjunto com outras técnicas para melhores resultados.

Avaliação de acordo com indicadores de desempenho

Antes disso, é preciso definir índices que fazem sentido para a empresa, isto tudo de acordo com os objetivos da organização.

É uma das avaliações mais consistentes, pois se baseiam em informações eficientes e reais.

Avaliação por competências

Neste método são analisadas as competências esperadas dos colaboradores, de acordo com a função que ele desempenha.

Dessa forma o setor de RH, deve analisar cada um dos funcionários e descobrir se eles possuem todas as características esperadas.

Avaliação Comportamental

Aqui, pode ser analisado não só o comportamento do colaborador dentro do ambiente de trabalho.

Para facilitar esta análise, pode-se realizar um teste de personalidade, que apresenta quatro variáveis de pessoas: Dominantes, Cautelosas, Influenciadoras e Estáveis.

Avaliação por base de custos

Pode não ser um método muito amigável, mas é excelente no caso de necessidade de corte de gastos.

É realizada uma análise dos valores investidos no funcionário e a renda que ele gera para a empresa.

Avaliação por metas e objetivos

As metas e objetivos pré estabelecidos pela empresa precisam ser atingidos, de uma forma ou de outra.

Neste método avaliativo, observa-se como o funcionário está de acordo com as metas estabelecidas para cada funcionário.

Análise de desempenho 2

Métodos de avaliação e análise

Depois de definida a técnica e abordagem para a realização da avaliação, é preciso saber quais são os fatores de mensuração.

Alguns deles são: competência do funcionário, produtividade, comportamento, entre outros.

A partir dessas análises, chega-se ao próximo passo da avaliação para o negócio, e para a tomada de decisões e possíveis mudanças.

Apresente os feedbacks

Este é um passo de extrema importância na aplicação da técnica, e não deve ser deixado de lado.

Apresente os feedbacks aos colaboradores e à toda empresa, e assim todos entenderão melhor as alterações e mudanças a serem implementadas.

Formas de implementação

Existe basicamente duas formas de aplicação da avaliação de desempenho, que traz bons resultados.

A grande maioria é realizada por meio da observação e análise de dados de acompanhamento.

Contudo, têm-se também os questionários que podem ser feitos em um formulário do Google.

Nestes questionários, pode tanto se colocar respostas abertas como índices, sejam quantitativos (1 a 10) ou qualitativos (bom, ruim, etc).

Lembrando que para a montagem do questionário é preciso ter em mente o objetivo da organização.

Isto para que, no momento da estruturação e da definição da escala de avaliação, se coletar os melhores dados.

Indicadores mais utilizados

Quando se realiza uma avaliação do desempenho dos funcionários, alguns indicadores são matadores.

Contudo, é preciso sempre estar de olho nos objetivos e destinos que a empresa pretende.

Um indicador bom é o nível de comprometimento dos colaboradores para com a organização.

Este indicador normalmente é analisado por meio da observação das ações do trabalhador para com o negócio.

Um bom indicador para saber se está tendo sucesso o trabalho do colaborador, é o chamado NPS.

Este índice analisa o número de clientes promotores do seu negócio e os insatisfeitos com a empresa.

A produtividade é um dos principais indicadores que a empresa pretende analisar, para isto pode-se usar a seguinte fórmula:

Produtividade = Produtos ou serviços gerados / Recursos utilizados

É possível também analisar o nível de satisfação do funcionário no trabalho, assim como número de erros e acidentes durante o expediente.

Benefícios e erros mais comuns

A técnica de avaliação de desempenho pode trazer excelentes resultados para as empresas.

Isto porque, a técnica permite analisar e apontar erros e/ou falhas no trabalho diário e assim implementar melhorias e mudanças.

Contudo, é preciso ficar atento em alguns erros comuns da aplicação da técnica, que podem prejudicar os resultados.

Primeiro, uma equipe não qualificada pode fazer com que a análise não seja tão exitosa assim.

Não realizar um feedback correto prejudica as melhorias a serem implementadas, assim como receio de apontar os problemas.

Não pode também se esquecer o plano de carreira e os erros já cometidos no passado, para que assim se ande sempre para a frente.

Dessa forma, pode se pontuar então os principais benefícios:

  • Facilidade na orientação e promoção dos colaboradores;
  • Atenção quanto à necessidade de reavaliação da política de pessoa, descrição de cargos, etc;
  • Melhoria na satisfação dos colaboradores;
  • Melhores dados para tomada de decisão;
  • Melhor avaliação no processo de colocação dos profissionais de acordo com o objetivo da empresa e a função;
  • Descoberta de novos talentos;
  • Diminuição de análises equivocadas dos funcionários.

Gestão empresarial automatizada

Para que a análise de resultados e dados da empresa seja eficiente, é preciso possuir ferramentas de automatização.

É o caso dos softwares de gestão ERP da Soften Sistemas, especialista em gestão empresarial.

Tanto Soften SIEM, aplicativo desktop, como o GerencieAqui, sistema em nuvem, possuem gestão fiscal, integrados ao comercial, financeiro e estoque.

Além disso, o cliente pode contar com suporte técnico ilimitado, além de implantação e treinamento gratuitos.

Simplifique a gestão da sua empresa com os aplicativos da Soften.

Não deixe também de continuar acompanhando o Blog e compartilhar o conteúdo com seus amigos.

Deixe seu comentário, caso tenha alguma dúvida e siga as Redes Sociais da Soften: FacebookInstagram,TwitterLinkedin e Youtube.

Diogo Oliveira
Diogo Oliveira

É jornalista e especialista em textos informativos. Atualmente escreve os textos da Soften para a mídia, redige e-books e auxilia no blog. Nas horas vagas, gosta de ouvir música, ler sobre atualidades e política e assistir séries.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar grátis
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!