6 erros de gerenciamento de estoque que você precisa evitar

Guilherme Volpi - 22/04/2017 - 1 Comentário(s)

As pequenas e médias empresas (PME) apresentam um enorme potencial atualmente. Entretanto, é preciso muito empenho para administrá-las e obter resultados positivos em uma gestão empresarial.

Independentemente do ramo de atuação, a maioria dessas companhias possui um estoque de mercadorias a ser gerido com eficiência.

Infelizmente, alguns profissionais, por acumularem funções, acabam cometendo falhas muito graves durante essa etapa crucial.

O post de hoje mostra quais são os 6 erros de gerenciamento de estoque a serem evitados pelo gestor que quer aumentar as vendas e os lucros. Continue a leitura e aproveite!

Materiais-gratuitos

1. Não conhecer sua empresa

O mercado está repleto de empresas, cada uma com características e objetivos específicos. Antes de tomar qualquer atitude em seu controle de estoque, um gestor deve conhecer toda a sua estrutura empresarial e seus colaboradores.

Não se esqueça de analisar as tendências de consumo e os desejos dos clientes, além de acompanhar como seus concorrentes estão agindo.

Com esses dados, é possível determinar quais são as melhores técnicas e estratégias para fazer seu negócio crescer e prosperar com uma gestão de estoque eficiente e correta.

2. Esquecer-se do cuidado com seu espaço físico

Os produtos de uma marca precisam ser armazenados em instalações limpas e bem organizadas. Um empresário que queira se diferenciar da concorrência, porém, leva em consideração vários outros critérios ao cuidar de seu espaço físico, como:

Prevenção de acidentes

Por mais organizado e planejado que o seu estoque seja, ainda podem ocorrer imprevistos no dia a dia de trabalho.

Imagine quantos problemas um acidente com uma empilhadeira e um de seus colaboradores pode causar para o negócio. Tal situação deve ser evitada a todo custo, a partir de uma boa gestão de estoque.

Para que isso seja possível, são necessárias as seguintes medidas: indicar a quais riscos seus colaboradores estão submetidos quando realizam suas funções e promover o uso de equipamentos de proteção individual (EPI’s).

Lembre-se de sempre estar aberto para tirar dúvidas e escutar críticas ou elogios em relação à sua administração.

Como consequência, você pode utilizar esses comentários para aprimorá-la e aperfeiçoá-la.

Iluminação

Um ambiente de trabalho mal iluminado gera diversos riscos para os colaboradores. Com a visão prejudicada, seus funcionários ficam mais propensos a cometer erros, o que acarreta acidentes e situações indesejáveis.

Portanto, analise suas instalações e veja quais são os melhores pontos a serem iluminados. Não abra mão de fornecer a todos as melhores condições de trabalho possíveis.

Ventilação

Ambientes de armazenagem mal ventilados ou enclausurados podem ser extremamente prejudiciais à saúde de seus colaboradores. Além do mais, o risco de incêndios é potencializado nessas situações.

Fique atento a todas as recomendações e normas de segurança. Faça questão de aplicar um gerenciamento de estoque eficiente em seu empreendimento.

3. Não acompanhar seu gerenciamento de estoque

O fluxo de entrada e saída de mercadorias em uma empresa pode variar de acordo com as tendências de consumo do mercado e a disponibilidade de seus insumos.

Um bom empresário deve sempre acompanhar de perto todas as movimentações que acontecem em seu gerenciamento de estoque.

Ele precisa saber quanto há de cada produto armazenado e, até mesmo, qual é a previsão de consumo estipulada por sua equipe para o próximo mês.

Tenha certeza, ao definir os valores de estoque mínimo e máximo, de que a cadeia produtiva não seja afetada pela falta ou pelo excesso de mercadorias acomodadas. E lembre-se de ficar atento quando for realizar o pedido de compra.

Além disso, é necessário identificar todos os produtos em suas instalações, para que qualquer colaborador possa encontrá-los com facilidade e agilidade.

Ao analisar tais informações, o profissional consegue prever oportunidades de crescimento e de investimento. Qualquer atitude mal pensada pode colocar em risco todo o seu gerenciamento de estoque, portanto não deixe isso para depois.

4. Não calcular o custo de manutenção

O custo de manutenção de estoque é a soma dos valores gastos, em uma empresa, para dar continuidade ao armazenamento de suas mercadorias.

Para calculá-lo, é preciso somar quantias como: aluguéis de galpões, contas de água e energia elétrica e aluguel de máquinas ou ferramentas.

Ao descobrir esse valor, um empreendedor consegue perceber quanto de capital seu negócio deixa de investir em outras áreas para manter o estoque.

Quando esse montante atinge valores muito altos, é hora de reavaliar seu gerenciamento de estoque, pois algo está errado.

5. Não capacitar seus funcionários

Os colaboradores de uma PME são extremamente importantes em todas as áreas de sua gestão, e não poderia ser diferente com o gerenciamento de estoque.

Apesar de ser o gestor o responsável por tomar as decisões mais importantes em seu negócio, quem realiza a maioria das atividades existentes em sua estrutura empresarial são os funcionários.

Portanto, a equipe precisa ser bem qualificada para exercer suas funções com eficiência e qualidade. Lembre-se de fornecer as ferramentas mais modernas que existem no mercado, com o objetivo de aumentar a produtividade do time.

Promova treinamentos e workshops para mostrar aos seus colaboradores quais são as melhores técnicas que propiciam um gerenciamento de estoque correto e eficiente.

6. Utilizar meios de gerenciamento obsoletos e manuais

Vivemos em uma sociedade na qual é possível comunicar-se, instantaneamente, com uma pessoa do outro lado do planeta.

Os avanços tecnológicos também chegaram à área do gerenciamento de estoque — e um gerente empresarial precisa utilizá-los para aprimorar sua gestão.

Evite planilhas ou documentos em papel. Com essas ferramentas tradicionais, é praticamente impossível acompanhar de forma otimizada como anda sua gestão.

Atualmente, há diversos softwares que auxiliam o gerenciamento de estoque em um empreendimento. Alguns dos benefícios de seu uso são:

  • controle do sistema de reposição de mercadorias quando os valores mínimos ou máximos são atingidos;
  • elaboração do pedido de compra no momento certo;
  • acesso facilitado a seu inventário de estoque;
  • acompanhamento da movimentação de mercadorias.

Faça uma pesquisa de mercado e encontre uma empresa que ofereça uma solução de gerenciamento de estoque moderna, que atenda às demandas de sua gestão.

Conheça Soften Sistemas

E então? Você comete algum desses erros em seu gerenciamento de estoque? Faça de tudo para evitá-los e aprimorar sua gestão! Aproveite e nos siga nas redes sociais (Facebook e Youtube), para acompanhar todas as novidades!

Guilherme Volpi
Guilherme Volpi

Guilherme Volpi é CEO da empresa Soften Sistemas. Formado em Administração de Empresas, programava softwares nas horas vagas. Hoje coordena todo grupo Soften e quando sobra um tempinho escreve para o blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário(s)

Sistema de Gestão Empresarial com Emissor NFe

           Experimentar agora
Receba Grátis Materiais e Ebooks. Saiba como!